Entre as várias informações Importantes reveladas pelo prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR), na entrevista ao vivo para o programa “Vai Encarar?” (que aconteceu na segunda-feira, 9, e pode ser conferida na página do Jornal Oi) precisamos destacar uma que é tão importante quanto preocupante.

Ashiuchi disse que a alça de saída ao trecho Leste do Rodoanel em Suzano poderá ser construída na estrada dos Fernandes ou na SP-66. O Oi já chamou a atenção para essa polêmica algumas vezes desde o início do governo Ashiuchi em janeiro de 2017.

A fala de Ashiuchi indica que Suzano e região podem ficar sem a alça ao Rodoanel por mais alguns anos. O fato é que a alça ao Rodoanel na estrada dos Fernandes foi ‘autorizada’ por Alckmin em maio de 2015.

Três anos se passaram e ainda não existe nem prazo para que a obra seja iniciada, mas de acordo com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), o impasse com o Tribunal de Contas (que se arrastou por mais de um ano) já teria sido superado e agora estaria faltando, finalmente, um acordo financeiro e jurídico entre o consórcio SPMar (que deverá construir a alça) e a Artesp (agência que faz a regulação de rodovias no Estado) para o início da obra.

Detalhe, a obra já atrasou três anos. Vale lembrar que a alça foi transferida da SP-66 (onde seria feita de acordo com o projeto original do Rodoanel) para a estrada dos Fernandes por pedido/pressão do ex-prefeito Paulo Tokuzumi. Suzano está a mais de três anos sem alça de saída ao Rodoanel por causa da ‘estratégia’ de Tokuzumi. Ficará mais quantos anos sem esse acesso?