Suzano cumpre etapa preparatória para obter Selo Amigo do Idoso
A primeira-dama ressaltou que apesar de haver etapas necessárias a se cumprir para conseguir o selo, a Prefeitura de Suzano já age paralelamente com foco na Melhor Idade /Foto: Irineu Junior/Secop Suzano

O Anfiteatro Orlando Digenova, no Centro de Educação e Cultura, Francisco Carlos Moriconi, recebeu mais de cem pessoas na manhã desse sábado, 12, para uma palestra sobre a saúde do público da Melhor Idade. O evento foi uma etapa preparatória que Suzano precisava cumprir para poder pleitear a certificação do Programa Município Amigo do Idoso. Agora, a Prefeitura dará andamento ao processo junto à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e se candidatar para receber o selo da iniciativa.

Estiveram presentes o prefeito Rodrigo Ashiuchi; a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Larissa Ashiuchi; o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Fátimo Aparecido Rodrigues; a presidente do Conselho Municipal do Idoso (Comid), Adriana Monteiro dos Santos; a coordenadora do Centro de Convivência da Melhor Idade Maria Picoletti, Isabela Adelaide Fischer; representantes de instituições; conselheiros; membros da pasta responsável; e a comunidade em geral.

O foco do encontro foi uma palestra sobre saúde dos idosos, apresentada por Tábata Cruz de Barros, que é bacharel em Gerontologia, mestre em Ciências e especialista em Gestão de Saúde.

Durante a abertura do evento, o prefeito disse acreditar que em breve a cidade conseguirá o Selo Município Amigo do Idoso. “Será fundamental para implantarmos políticas públicas para a Melhor Idade e uma conquista para Suzano, que vai se tornar, sem dúvida, pioneira e exemplo para a região e para o Estado de São Paulo”, disse Ashiuchi.

Para o secretário Fátimo Aparecido Rodrigues, será a ratificação da preocupação que a atual gestão demonstra em relação à Melhor Idade. “Com iniciativas assim, o município se propõe a ser amigo do idoso, promovendo ações com muita atenção e amabilidade para promover um envelhecimento ativo e livrar muitos idosos da prisão que é a solidão”, afirmou o chefe da pasta.

Já a primeira-dama ressaltou que apesar de haver etapas necessárias a se cumprir para conseguir o selo, a Prefeitura de Suzano já age paralelamente com foco na Melhor Idade. “Não deixamos a burocracia dificultar as nossas ações. Enquanto lutamos por esse selo, o município vem desenvolvendo atividades, criando equipamentos, como o Centro de Convivência da Melhor Idade, e oferecendo diversos cursos. Tudo isso faz uma diferença muito grande na vida dessas pessoas. Certamente, faremos muito mais ainda”, comentou Larissa.