Sem brilho, Brasil vence a Arábia Saudita
Gabriel Jesus marcou, no fim do primeiro tempo, e a boa notícia da quente e seca noite saudita foi essa/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O apito final do árbitro aliviou o público do repetitivo ritmo das canções da torcida árabe e da morosidade da seleção brasileira, numa atuação bem abaixo do que se espera na vitória por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita, nessa sexta-feira, 12.

Fica difícil acreditar que esse tipo de amistoso serve para grandes conclusões quando nem os jogadores pareciam concordar. Gabriel Jesus marcou, no fim do primeiro tempo, e a boa notícia da quente e seca noite saudita foi essa: um bom centroavante de volta ao jogo depois da frustrante Copa do Mundo.

Alex Sandro, no último lance, ampliou. Tite fez algumas experiências, nenhuma empolgante. Cabe à comissão técnica saber relativizar erros e acertos no contexto preguiçoso da partida para saber o que deve levar adiante até a Copa América de junho do ano que vem. O próximo teste será contra a Argentina, terça-feira, em Jeddah.