Secretário Gilberto Nascimento participa nesta sexta do aniversário de 5 anos do Bom Prato de Ferraz
almoço de aniversário contará com um cardápio especial/ Foto: Willis de Oliver
Prefeitura de Guararema Mirante

Nesta sexta-feira, 14, às 11 horas, a unidade do Bom Prato de Ferraz de Vasconcelos comemorará cinco anos e quem ganha a festa é o usuário. O almoço de aniversário contará com um cardápio especial e terá a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Gilberto Nascimento Jr. A unidade já serviu mais de 1,7 milhão de refeições, desde a inauguração em 2013.

O menu especial terá filé de frango à Pizzaiollo, seleta de legumes gratinado, salada de alface com manga; de sobremesa, manjar com calda de ameixa, e suco de guaraná. A unidade é gerenciada pelo Instituto de Cidadania Raízes.

O Bom Prato de Ferraz de Vasconcelos serve diariamente 1.500 refeições, sendo 1.200 almoços, por R$ 1; e 300 cafés da manhã, por R$ 0,50. Crianças até seis anos não pagam.

De acordo com o secretário Gilberto Nascimento Jr, o Governo do Estado de SP não poupou esforços para combater a fome no município: investiu R$ 52 milhões, distribuiu 354 mil cafés da manhã e 1,4 milhão de almoços em cinco anos.

“Desde sua inauguração, o Bom Prato garantiu alimentação de qualidade para os cidadãos de Ferraz em vulnerabilidade social. O programa na cidade está consolidado e é um sucesso de público. Aliás, o Bom Prato é o maior e mais importante programa nutricional do País. Realmente, temos o que comemorar”, afirmou o secretário.

Sobre o Bom Prato   

Criado há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e atende diariamente cerca de 90 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 205 milhões de refeições e investiu mais de R$ 578 milhões.

Há 54 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 17 no interior. O almoço tem custo de R$ 1, com alimentação balanceada de 1.200 calorias.

O café da manhã oferecido inclui leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário.