O Jornal Oi cobrou do governador Geraldo Alckmin (PSDB) informações claras e objetivas sobre a construção de uma alça ao trecho Leste do Rodoanel na região do bairro Sete Cruzes em Suzano.

Alckmin esteve na região nessa quinta-feira para dar início às obras de duplicação de um trecho de pouco mais de sete quilômetros da rodovia Mogi-Dutra.

 

Jornal Oi cobra Alckmin para o início da obra da nova alça

Ao final da cerimônia, que contou com a participação de vários prefeitos e deputados do Alto Tietê, o governador conversou com os jornalistas sendo que a reportagem do Oi questionou o chefe do Estado sobre os motivos que impediram o início da implantação da nova alça ligando o Rodoanel até a estrada dos Fernandes neste ano de 2017 – conforme foi prometido e anunciado diversas vezes em 2016 e também no início deste ano.

O Oi também cobrou de Alckmin um cronograma para o início da obra da nova alça no primeiro semestre de 2018. O governador afirmou que a obra ainda não começou em razão de questionamentos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

Alckmin disse estar otimista em relação ao possível início da obra no começo do ano que vem, mas optou por não apresentar um cronograma detalhando o que irá acontecer e o que poderá acontecer em relação a esse projeto/promessa até o dia em que as obras realmente sejam iniciadas.

No mês de maio, a reportagem do Oi cobrou do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Sidney Beraldo, um prazo para que o processo em relação ao Rodoanel fosse concluído e a obra iniciada.

Beraldo disse que o assunto era uma prioridade, mas seis meses já se passaram e nada de o Tribunal e o governo de SP apresentarem uma solução que garanta o início da obra. Nessa semana, o prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi (PR) revelou ao Oi que confia na capacidade do governador Alckmin para que o impasse seja superado e a obra comece o quanto antes.

 


CLIQUE AQUI PARA VER NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS NOTÍCIAS DE SUZANO