Roberto Pires, presidente histórico do CCMC, sofre AVC e luta pela vida em hospital de Mogi
A Diretoria Executiva do CCMC, presidida por Pedro Paulo Gonçalves, está torcendo pelo pronto restabelecimento do paciente, ao passo em que também se colocou inteiramente à disposição dos familiares de Pires/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O empresário Roberto da Silva Pires, que foi presidente do Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC) entre os anos de 1993 e 1997 e de 1999 a 2003, está internado no Hospital Ipiranga, em Mogi das Cruzes, em razão de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico que o acometeu no inicio da tarde desta segunda-feira, 6, segundo informações da assessoria do Clube de Campo.

O estado de saúde do associado é considerado delicado pela equipe médica que o assiste desde o momento em que deu entrada na unidade hospitalar.

A partir do momento em que tomou conhecimento da triste ocorrência, a Diretoria Executiva do CCMC, presidida pelo senhor Pedro Paulo Gonçalves, está torcendo pelo pronto restabelecimento do paciente, ao passo em que também se colocou inteiramente à disposição dos familiares de Roberto da Silva Pires, para conceder aos mesmos o suporte necessário neste momento.

O ex-presidente do CCMC tem 79 anos. Nasceu em 6 de março de 1939. É casado com Maria Aparecida Hardt Pires, a Cidinha Pires, e é associado à entidade desde 13 de outubro de 1977.

Em razão de sua relevante participação na história do Clube de Campo de Mogi, Pires tem o título de sócio benemérito e, a exemplo de outros que comandaram o CCMC, é conselheiro vitalício do Conselho Deliberativo.

Vale ainda ressaltar que, da década de 1980 em diante, além de ter presidido a entidade por duas gestões, Roberto da Silva Pires ocupou outros cargos de igual importância nos quadros do CCMC, como vice-presidente e diretor.