Ao aprovar o reajuste de taxas e do IPTU, os vereadores ficarão ao lado do povo ou do governo?
Ao aprovar o reajuste de taxas e do IPTU, os vereadores ficarão ao lado do povo ou do governo?

O governo de Poá enviou à Câmara um projeto de reajuste para 2018 a taxa de lixo, a taxa de iluminação pública e principalmente o IPTU. O primeiro projeto 075/2017 prevê o aumento da taxa de custeio ambiental, a taxa do lixo.

O projeto foi aprovado na primeira votação com empate de 6 favoráveis e 6 contra, 3 ausências e 1 abstenção. Haviam 14 vereadores no plenário, segundo a Câmara de Poá. Na segunda votação, ocorreu o mesmo placar e o presidente da Câmara votou apenas no desempate.

Reajuste de taxas e IPTU 2018

A taxa é cobrada anualmente no IPTU, em 10 parcelas. O Projeto de Lei estabelece que a partir de janeiro de 2018, a cobrança da taxa seja feita de acordo com o volume de lixo coletado; quem gerar até 100 litros/dia; passar dos atuais R$ 225,30 para R$ 329,00; quem gerar até 200 litros/dia; passar dos atuais R$ 343,80 para R$ 500,63; quem gerar até 300 litros/dia; passa dos atua00is R$ 462,40 para R$ 675,19. Outro projeto aprovado foi o número 077/17 que muda a base de cálculo de 30% para 40% do valor venal dos terrenos.

Nas duas votações, foram 6 votos favoráveis e 5 contra, com duas abstenções e três faltas. Segundo informou ao site G1 o secretário da Fazenda, Robson Senziali, em 2014 o município fez uma reavaliação de todos os imóveis e definiu novo valor de mercado.

Ainda de acordo com o secretário, o município pretende arrecadar com IPTU este ano, R$ 15 milhões. Com a alteração, a arrecadação passará para R$ 18 milhões em 2018. Outro Projeto de Lei aprovado foi o 076/17 que, na prática, vai afetar o comércio e a indústria do município. A partir de 2018, a Contribuição para Custeio de Serviços de Iluminação Pública (Cosip) será cobrado em 3,5% em cima do valor de consumo de indústrias, comércio e prestadores de serviço.

O prefeito Gian Lopes e outros responsáveis pelo governo, bem como a mesa diretiva da Câmara, poderão se manifestar sobre o assunto nas próximas horas.

 


CLIQUE AQUI PARA SEGUIR NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK