Quem vai e quem não vai ser candidato em Suzano e região?
Chegou a hora da verdade para os políticos e partidos / Foto: Divulgação
Prefeitura de Suzano

Este domingo, 5, é o prazo final para os partidos políticos realizarem convenções destinadas a deliberar sobre coligações e a escolher os candidatos, inclusive os respectivos vices e suplentes, para as Eleições Gerais 2018.

Os partidos e coligações devem registrar na Justiça Eleitoral os candidatos escolhidos em convenção até às 19 horas do dia 15 de agosto. Nas cidades do Alto Tietê a maioria dos partidos já confirmou os seus candidatos para deputado estadual e federal.

Alguns candidatos e partidos capricharam mais na divulgação das pré-campanhas e convenções, como fizeram os concorrentes do PR; outros partidos preferiram trabalhar de forma mais silenciosa, como é o caso, por exemplo, do Solidariedade (SD) do ex-prefeito de Poá, o Testinha.

Testinha aparece na relação de candidatos do SD e deverá ter uma votação bastante expressiva caso o registro de sua candidatura seja deferido pela Justiça Eleitoral. Existem casos de indefinição.

O vereador de Ferraz Renatinho, se encaixa nessa situação. No mês passado ele informou ao Oi que iria concorrer para deputado estadual, mas nas últimas semanas surgiram em Ferraz informações não oficiais de que ele teria desistido.

Mas como sempre uma ou outra candidatura fica para a última hora e nesse caso o exemplo é o ex-prefeito de Suzano, Marcelo Candido. Cotado para concorrer ao Senado ou ser indicado pelo PDT à vice na chapa do atual governador Márcio França (PSB).

Na quinta-feira Candido disse ao Oi que tudo (ou nada) será definido até o final da tarde deste domingo. A partir de segunda-feira o Oi vai destacar a relação dos candidatos de todas as cidades do Alto Tietê.

Nessa relação aparecerão nomes de candidatos que estavam até poucos dias atrás com a situação indefinida, mas que tiveram seus nomes confirmados em convenções e poderão concorrer, caso não sejam barrados pela Justiça Eleitoral. Como são os casos do vereador Chico Bezerra (PSB) em Mogi e a policial militar Katia Sastre (PR).