A Prefeitura de Suzano, por meio do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), lançou na tarde de quinta-feira, 8, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi, o VI Curso “Promotoras Legais Populares” (PLPs).

Na oportunidade, a madrinha do projeto e presidente do Fundo Social de Solidariedade, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, e mais de cem mulheres participaram da aula inaugural, que teve como tema a “Objetificação da mulher e a naturalização do machismo” sob o comando da advogada Rosana Chiavassa. Todo o encontro contou com tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A primeira aula da iniciativa teve ainda a participação da coordenadora do projeto, a advogada Sandra Lopes Nogueira; do vice-presidente da Câmara de Suzano, Rogério Gomes do Nascimento; das vereadoras Neusa dos Santos Oliveira e Gerice Rego Lione; da diretora da Comissão da Mulher Advogada, a advogada Patrícia Martins Braga; do representante da capacitação municipal “Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, César Braga; da coordenadora da Patrulha Maria da Penha, Rosemary Caxito; e da representante da Divisão Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads), Jeruza Reis.

O lançamento, dividido em duas partes, foi iniciado com uma apresentação de dança do ventre com as formandas da edição 2017 do PLPs. Em seguida, as autoridades reiteraram, em seus discursos, a luta pelo fim da violência à mulher, bem como a importância da sororidade (irmandade entre mulheres) e da igualdade de gênero.

“Hoje estamos aqui reunidas com o mesmo objetivo: o de promover a igualdade e acabar com o machismo. Parabenizo o prefeito Rodrigo Ashiuchi e a primeira-dama Larissa (Ashiuchi) por terem retomado um curso que havia sido parado por 11 anos, mas que agora vai ajudar tantas suzanenses”, afirmou a vereadora Gerice.

Para Larissa, assim como no ano passado, o Promotoras Legais foi retomado justamente em 8 de março, data em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, como forma de reiterar a luta diária e a representatividade das mulheres, bem como uma oportunidade de enaltecer a sororidade. “O conhecimento é a principal ferramenta de defesa para uma mulher. Acredito que este curso, oferecido gratuitamente, valoriza o empoderamento feminino. Com o apoio do prefeito, estamos trabalhando para tornar Suzano uma cidade mais igualitária, que fomente a irmandade e que valorize o público feminino”, concluiu.

A edição 2018 do Promotoras Legais Populares será ministrada uma vez por semana – às terças-feiras – entre 18h30 e 20h30, no decorrer do ano, no auditório do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi (rua Benjamin Constant, 682 – centro). A capacitação tem a premissa de orientar as suzanenses sobre cidadania e conceitos de igualdade de gênero e respeito, ao passo em que enaltece o valor humano, social, político e econômico do público feminino.

Programação Mês da Mulher

Durante o lançamento, a primeira-dama de Suzano falou ainda da Programação Especial do Mês da Mulher. “Entre 8 e 29 de março, a prefeitura realizará ações voltadas às suzanenses, com o objetivo de empoderá-las e valorizá-las”, disse.

15 de março

Palestra destinada às mulheres

O Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) promove também uma palestra voltada ao público feminino a partir das 15 horas em sua sede (rua General Francisco Glicério, 1.334, no centro). A ação, que será gratuita e aberta ao público, terá a premissa de enaltecer o valor da mulher na sociedade contemporânea.

16 de março

Botequim alusivo ao Dia Internacional da Mulher

Quem promove são as conselheiras do Fundo Social de Solidariedade de Suzano e o evento contará com música ao vivo do “Samba das Minas” e será realizado na Associação Cultural Suzanense, o Bunkyo (avenida Armando de Salles Oliveira, 444, no Parque Suzano), a partir das 20 horas. Toda a arrecadação com o evento será destinada às ações sociais realizadas pelo Fundo Social.

22 de março

Tarde de Sororidade e Apitaço

O Fundo Social de Solidariedade de Suzano e o Saspe vão promover uma tarde de sororidade com as servidoras municipais.

Na oportunidade, haverá uma roda de conversa para tratar de temas como feminismo, sororidade, violência à mulher e os direitos do público feminino.

A ação, que terá início às 15h30, vai contar com apoio do Procon Suzano e da Patrulha Maria da Penha.

Ao fim, as participantes vão realizar um Apitaço referente à campanha “Não hesite, apite!”, que traz chancela da Associação das Advogadas, Estagiárias e Acadêmicas de Direito de São Paulo (ASAS).

29 de março

Cinema alusivo ao Dia Internacional da Mulher

O Fundo Social de Solidariedade de Suzano, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, vai promover um cinema gratuito às suzanenses com o tema do cotidiano da mulher.

A ação será realizada no Auditório Orlando Digenova, nas dependências do Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi. Horário ainda será definido.