Projeto Gestante oferece kit com carrinho de bebê para mães poaenses
Iniciativa social tem como objetivo acolher mulheres e fortalecer o vínculo entre a futura mãe e o bebê/ Foto: Flávio Aquino/Departamento de Comunicação de Poá
Prefeitura de Suzano

Na manhã dessa terça-feira, 24, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade de Poá, Andressa Lopes, juntamente com o prefeito de Poá, Gian Lopes e o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Edevaldo Gonçalves, estiveram no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Jardim São José para a entrega de kits para gestantes, que contavam com banheira e produtos de higiene.

Além disso, tinham uma manta e um carrinho de bebê, uma ação inédita na região.

O Projeto Gestante tem como objetivo o fortalecimento de vínculos entre a futura mãe e o bebê, por meio de assistência social e psicológica, saúde bucal, conscientização da importância do pré-natal e atividades de artesanato, em que a gestante aprende a confeccionar itens para o bebê.

A iniciativa tem duração de quatro meses, com 16 encontros uma vez por semana e tem média de 20 gestantes por grupo.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Poá, Andressa Lopes, destacou a importância do projeto. “Como presidente do Fundo Social, não me canso de procurar alternativas para melhorar nosso trabalho, e hoje além do kit de banheira e produtos de higiene, iremos entregar um carrinho de bebê e cobertor. Estou muito feliz por essa conquista. Que todas vocês tenham uma boa hora e aproveitem muito esse momento, pois passa muito rápido”.

Para o prefeito, Gian Lopes, o projeto é motivo de orgulho: “Hoje é um dia de alegria para todos nós. Quero parabenizar e agradecer a todos os envolvidos. Esse trabalho é muito bonito. Poá está sendo pioneira na região ao incrementar o kit com mais itens, que são de extrema importância às mães. A população merece”.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Edevaldo Gonçalves, complementou: “Além de todos os benefícios citados, a experiência de convívio com outras mães e com os profissionais que participam do projeto é de extrema relevância para a mãe. O fortalecimento do vínculo familiar é a palavra chave para o projeto. Fico feliz e honrado de estar aqui com vocês”.

Para Kleidiane Ferreira de Araujo Banzato, 33 anos, moradora do Jardim São José e uma das mães que participou do projeto, é muito importante a continuidade do mesmo. “Todos foram muito atenciosos comigo, mesmo sendo mãe de três crianças, aprendi muita coisa para esta gestação. O curso de artesanato foi uma terapia para mim e o acolhimento que recebi da equipe foi muito importante”.