Presidente abre o jogo sobre denúncia na Câmara: “O PDT não vai romper com o governo e o Netinho será afastado do partido por traição”
Com muita convicção e tranquilidade, o presidente do PDT em Suzano garantiu que a atitude do vereador Netinho foi isolada e não representa a direção e nem os principais dirigentes do partido/ Foto: Glaucia Paulino/Oi Diário

O presidente do PDT em Suzano, Sérgio Hernandes, conversou com a reportagem do Jornal Oi na tarde desta quinta-feira, 7, e abriu o jogo sobre a surpreendente denúncia (já devidamente arquivada pela Câmara) apresentada pelo vereador José Alves Pinheiro Neto, o Netinho contra o governo do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR).

Na denúncia o vereador do PDT (que já foi secretário de Transportes em Suzano) aponta supostas irregularidades no processo conduzido pela Prefeitura que resultou no reajuste da tarifa dos ônibus nas linhas municipais.

Com muita convicção e tranquilidade, o presidente do PDT em Suzano garantiu que a atitude do vereador Netinho foi isolada e não representa a direção e nem os principais dirigentes do partido.

“Ao protocolar essa denúncia sem qualquer fundamento ou procedência, o vereador Netinho pegou a todos, inclusive nós do PDT, de surpresa. Quero deixar bem claro que a decisão do vereador foi isolada, a direção do PDT não foi avisada sobre essa denúncia e caso fosse avisada não permitiria que ela fosse protocolada”.

“Primeiro por que ela não tem fundamento, o vereador Netinho pegou trechos do processo que lhe interessavam para montar essa denúncia. Segundo porque o PDT faz parte do governo e não existe qualquer intenção ou motivação para qualquer tipo de rompimento com o governo ou com o prefeito”, afirmou Hernandes.

Netinho será afastado e poderá ser expulso do partido

O presidente do PDT em Suzano afirmou que Netinho será punido da forma mais rigorosa possível pelo partido.

“Hoje (quinta-feira) já acionei o Diretório Estadual do PDT para solicitar o afastamento do vereador do nosso partido. Esse afastamento deverá ser oficializado em 15 dias e a partir daí esse vereador não poderá mais falar pelo PDT. Vamos começar pelo afastamento porque o processo de expulsão é mais demorado e complexo”.

“O fato é que o Netinho vem atuando contra as orientações do partido desde que deixou o comando da Secretaria de Transportes e assumiu o cargo na Câmara. No final do ano passado, ele passou por cima do partido ao se lançar como candidato para a presidência da Câmara. A gente conversa uma coisa com ele e faz outra. Acho que o Netinho pode ter ficado magoado ao ser afastado da Secretaria de Transportes e por isso agido por conta própria e desrespeitando as orientações do partido e o projeto político que o PDT desenvolve junto com o prefeito Ashiuchi na cidade de Suzano”, argumentou Hernandes.

Marcelo Candido, Rosenil, Walmir Pinto e Ashiuchi  

O presidente do PDT em Suzano foi questionado sobre os boatos que correm nos bastidores políticos da cidade, que sugerem o envolvimento do ex-prefeito Marcelo Candido (ex-candidato ao governo de SP pelo PDT) na montagem da denúncia contra o governo do prefeito Ashiuchi.

“Estou aqui falando pelo PDT e posso assegurar que a direção do partido não sabia, não autorizou e não aprovou essa denúncia, mas posso afirmar também que o ex-prefeito Marcelo Candido, ou o vice-prefeito Walmir Pinto não tiveram qualquer participação nessa armação”.

“Em relação ao Rosenil (ex-secretário de Governo na Prefeitura de Suzano) ele não tem nada a ver com o PDT e sim com o PT”.

Hernandes admitiu que a iniciativa isolada do vereador Netinho causou constrangimentos no governo, mas que o partido está demonstrando por meio de atitudes que não teve qualquer envolvimento e que o vereador será punido de forma exemplar.

“Como presidente do PDT já conversei com  o prefeito Ashiuchi e expliquei tudo isso. O PDT tem outro vereador na Câmara  (Toninho Morgado) que segue as orientações do partido e contribui para que o nosso projeto de melhorar a cidade seja colocado em prática pelo governo municipal. Com as medidas que estamos tomando contra o vereador estamos reforçando nosso compromisso com o governo e com a cidade”, acrescentou o presidente do partido em Suzano.