Prefeitura explica porque Suzano, mais uma vez, ficará de fora da Virada Cultural
De acordo com o governo de Suzano, como Mogi recebe a Virada Cultural há vários anos, a Secretaria Estadual entende que o Alto Tietê já é atendido pelo programa/ Foto: Haln Junior
Prefeitura de Suzano Refis

Apesar de a Secretaria Estadual de Cultura ter ampliado o número de cidades participantes da Virada Cultural Paulista, “A 12ª Virada Cultural Paulista amplia de 22 para 34 a quantidade dos municípios participantes e anuncia a modalidade ‘Palco Experimente SP’, para novos artistas e experiências”, destaca o site da Secretaria de Estado da Cultura que é comandada pelo mogiano Romildo Campello.

Suzano mais uma vez não receberá nenhuma das atrações do evento. Em mais um ano, na região do Alto Tietê, somente a cidade de Mogi das Cruzes, participará da Virada.

A reportagem do Oi Diário questionou o governo de Suzano sobre os motivos que deixaram o município, mais uma vez, fora da principal ação cultural promovida governo do Estado e que não fica restrita a Capital. Confira a seguir os esclarecimentos do governo suzanense que tem no cargo de vice-prefeito o ex-secretário de Cultura, Walmir Pinto.

“A Secretaria Estadual de Cultura informou que não vai ampliar o número de municípios participantes da Virada Cultural; a informação é que a ação fica concentrada apenas em polos regionais. Como a cidade de Mogi das Cruzes recebe a Virada Cultural há vários anos, a Secretaria Estadual entende que o Alto Tietê já é atendido pelo programa. Além disso, a Virada impõe aos municípios um alto investimento em infraestrutura, o que exigiria um orçamento específico”, explicou o governo de Suzano.