Na primeira sessão da Câmara de Arujá neste ano, realizada na quarta-feira passada, um dos vários vereadores que criticaram a falta de eficiência e de resultados do governo do prefeito José Luiz Monteiro (PMDB) criticou também a Secretaria de Habitação e o secretário José Orlando da Silva – que teria sido avisado de uma invasão no bairro Parque Rodrigo Barreto. De acordo com esse vereador, a Secretaria de Habitação ‘não teria feito nada em 2017’ e o secretário nem teria dado atenção ou resposta à deúncia sobre a invasão. O Jornal Oi questionou o governo do prefeito José Luiz sobre as críticas do vereador. A seguir os esclarecimentos da prefeitura, transmitidos por meio da Diretoria de Comunicação.

“Com relação à questão do Parque Rodrigo Barreto, a Secretaria de Habitação informa que o secretário José Orlando da Silva foi informado, por telefone, pelo parlamentar em 2 de fevereiro e que no mesmo dia acionou o Departamento de Fiscalização. Fiscais da Prefeitura estiveram no local no mesmo dia, na data seguinte, sábado, e no início desta. Foi feito embargo das intervenções no local por falta de projeto e emitida notificação em face da abertura de via sem autorização da administração municipal. Também está aberto processo administrativo que será encaminhado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente para levantamento de possível crime ambiental, uma vez que a área é de preservação. Por fim, a Secretaria informa que o secretário tentou contato com o parlamentar por mais de uma vez, deixando inclusive mensagem em caixa postal para informá-lo sobre as medidas tomadas”.