O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR), afirmou ao jornal Oi que não aceitará a decisão do Hospital das Clínicas do Estado de São Paulo que já ‘inaugurou’ o Hospital Estadual de Suzano – sem avisar a prefeitura e sem destinar qualquer tipo de atendimento à população suzanense e das demais cidades do Alto Tietê. O jornal Oi denunciou na sexta-feira a decisão do superintendente do Hospital das Clínicas do Estado, Antônio José, depois de conversar com o secretário Estadual de Saúde, David Uip. Ainda na sexta-feira o superintendente do Hospital das Clínicas confirmou ao prefeito de Suzano a informação antecipada pelo Oi: de que o Hospital Estadual de Suzano ‘já foi inaugurado’ e ocupado por pacientes de longa permanência que foram transferidos dos leitos do Hospital Auxiliar das Clínicas – que fica ao lado do novo hospital construído na Vila Amorim, área central de Suzano: “O superintendente confirmou as informações (reveladas pelo Oi) e quero deixar bem claro que Suzano não vai aceitar esse ‘passa moloque’. A partir de segunda-feira, 4, vamos tomar as medidas necessárias para impedir que esse hospital seja mantido de portas fechadas, sem atender os pacientes de Suzano e da região. Vou cobrar o apoio do deputado André do Prado, da direção do Condemat e trabalhar contra essa falta de respeito para com a cidade de Suzano”, afirmou o prefeito.