Polo Digital de Mogi e Sebrae começarão atividades do projeto Startup SP no dia 8
Foram avaliadas 18 startups nos períodos da manhã e tarde no dia 19 de julho. As dez selecionadas começarão o programa Startup SP no dia 8 de agosto/ Foto: Guilherme Berti/PMMC
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O Polo Digital de Mogi das Cruzes, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, e o Sebrae-SP começarão as atividade do projeto Startup SP no próximo dia 8 de agosto.

As dez startups que participarão da iniciativa do Sebrae-SP, destinada ao desenvolvimento de startups em estágio de validação, foram divulgadas na última sexta-feira, 20. Os projetos selecionados farão parte do programa por quatro meses, recebendo orientação técnica e capacitação, e ficarão incubadas no Polo por mais seis meses.

As startups selecionadas foram Bikepacker, Corta Fila, KAR4KIDS, Magisteria, Mia, Nell Technology, Octano, Orça Fácil, 77 Drive e Sua Nfe.

Durante os quatro primeiros meses, as empresas participarão de oficinas e workshops, receberão acompanhamento e mentoria de parceiros.

No Polo Digital, as startups terão acesso aos serviços oferecidos, como mentoria e coworking, além da visibilidade para investidores.

“Estas empresas encontraram em Mogi das Cruzes um ambiente propício para inovar e desenvolver seu negócio. Criamos políticas públicas para fomentar este segmento da economia e o Sebrae tem sido um grande parceiro neste trabalho”, disse o prefeito Marcus Melo.

A cidade possui um Sistema Municipal de Inovação (SMI), que conta com o Conselho Municipal de Inovação e Tecnologia – CMIT, o Fundo Municipal de Inovação e Tecnologia – FMIT e o Polo Digital de Mogi das Cruzes.

A seleção das startups foi feita no dia 19 de julho, na sede do Polo Digital em Cezar de Souza, por uma banca formada por membros do CMIT, que conta com representantes do segmento de inovação da cidade, o gestor estadual do Startup SP do Sebrae-SP, Leandro Queiroz e, a gestora do Alto Tietê para o programa, Cristiane Bento. Foram avaliadas 18 startups nos períodos da manhã e tarde.

A avaliação dos projetos surpreendeu os participantes da banca pela qualidade das propostas apresentadas. “Foi um processo bastante produtivo. Pela primeira vez trouxemos este programa para a região e as startups selecionadas estão em um estágio avançado de desenvolvimento. São projetos com grande potencial e certamente poderemos contribuir para que ganhem escala e continuem se desenvolvendo”, avaliou o gerente regional do Sebrae-SP, Sergio Gromik, que também integra o CMIT.

O Alto Tietê tem se mostrado atrativo para a criação e crescimento de novas startups. “A incubação no Polo Digital será importante para estas empresas. Funcionará como uma vitrine para investidores e o acesso ao mercado”, avaliou o coordenador do Polo, Rodrigo Garzi.

São mais de 1,4 mil membros no Polo Digital. A inscrição pode ser feita pelo site www.polodigital.pmmc.com.br. A sede do Polo Digital fica na avenida João XXIII, 1.160, em Cezar de Souza.