PhotoTruck, o caminhão da fotografia, promete transformar olhares em escolas de Mogi nesta semana
Os participantes irão experimentar como é estar no interior de uma câmara escura, além de conhecerem mais profundamente como a imagem é formada e aprenderem técnicas de fotografia/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Guararema

Itinerância, educação e mudança. Esses são alguns princípios que caracterizam a essência do caminhão da fotografia. Realizado pela AF Imagens, em parceria com a ImageMagica, o projeto PhotoTruck é patrocinado pela NGK do Brasil, com o apoio da Lei Rouanet, e propõe uma experiência imersiva de inclusão cultural.

Estudantes e professores das escolas E.E. Doutor Sentaro Takaoka e E.E. Professora Adelaide Maria de Barros, em Mogi das Cruzes, aprenderão técnicas para usar a fotografia como ferramenta de crítica e construção de novos olhares sobre o mundo.

As oficinas começaram nessa segunda-feira, 25, e se repetirão nesta terça-feira, 26, e nos dias 28 e 29 de março nas escolas E.E. Doutor Sentaro Takaoka e E.E. Professora Adelaide Maria de Barros.

Os participantes irão experimentar como é estar no interior de uma câmara escura, além de conhecerem mais profundamente como a imagem é formada e aprenderem técnicas de fotografia. Eles produzirão fotos e mensagens sobre o tema ‘Meio Ambiente’ para compor uma exposição ao final do projeto.

“O objetivo desta ação é que os participantes possam ver a imagem sendo formada dentro de uma câmera gigante, criar uma foto de autoria própria retratando o que sente e levar uma recordação daquele dia revelada na hora. Nós criamos momentos e podemos despertar um novo olhar de cada participante para o mundo, pois nossa percepção se transforma a cada visita. Queremos mudar a forma com que as pessoas se relacionam com a fotografia, percebendo seu poder de transmitir mensagens”, conta Bruno Arita, coordenador do PhotoTruck.

No mundo da fotografia

Depois de aprenderem algumas técnicas, como enquadramento da imagem, e conhecerem mais sobre a história da fotografia, os participantes entram na câmara escura, ambiente instalado no PhotoTruck que simula o interior de uma máquina fotográfica gigante.

Ali, eles conseguem ver, ao vivo, a imagem de fora do caminhão sendo projetada exatamente como acontece dentro das câmeras fotográficas e até mesmo nos nossos olhos.

Depois de um bate-papo com os educadores do projeto, os participantes botam a mão na massa. Cada um recebe um celular para produzir uma fotografia, usando o aplicativo Camino, e uma legenda sobre meio ambiente. As imagens são impressas e entregues aos novos fotógrafos.

Além do atendimento aos estudantes, os professores são capacitados em oficinas com conteúdo exclusivo, incentivando o uso da fotografia como ferramenta de ensino dentro da sala de aula.

Exposição final

Como uma forma de valorizar os materiais produzidos, o fechamento do circuito cultural será feito com uma exposição na escola. Todas as imagens criadas estarão abertas para visitação de toda a comunidade.