Prefeitura de Suzano
Na tarde dessa sexta-feira, 6, cerca de 450 manifestantes do MST e do Levante Popular estiveram em frente ao prédio da ministra Cármen Lúcia, no Bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Em vídeo postado no Twitter do movimento, os manifestantes aparecem reunidos em protesto contra a prisão do ex-presidente Lula e jogam tinta de cor vermelha contra o prédio em que a ministra tem um apartamento e contra a calçada.
Segundo o MST, o ato foi planejado desde quinta-feira, 5, para protestar contra a decisão da Justiça. Os manifestantes só deixaram o local após a chegada da polícia militar.
Logo depois do protesto, os manifestantes se dirigiram para a Praça Sete, no centro da capital mineira, onde se concentra o grupo que protesta contra a ordem de prisão ao ex-presidente Lula.