Passagem Eng. Osvaldo Crespo (buraco do padre) será fechada neste domingo para manutenção
Essa passagem, construída no final do século passado, ficou conhecida durante a obra e nos anos que se seguiram a sua construção mais como sendo o buraco do padre que pelo seu nome oficial/Foto: Ney Sarmento/PMMC
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A passagem subterrânea Engenheiro Osvaldo Crespo de Abreu, em Mogi das Cruzes, ficará fechada nos próximos quatro domingos (dias 10, 17, 24 e 31 de março), das 7 às 17 horas, para a substituição do forro e manutenção preventiva.

O trabalho será realizado pela empresa Tower, que foi contratada pela prefeitura de Mogi das Cruzes por R$ 137.261,73 para a execução do serviço.

O secretário municipal de Obras, Walter Zago Ujvari, explica que o trabalho incluirá a troca do forro, manutenção do sistema elétrico, substituição da estrutura metálica existente no local, tratamento das paredes e revitalização de cores de toda a estrutura.

“É um trabalho preventivo e optamos por realizá-lo aos domingos porque são dias com menor movimento de veículos na passagem subterrânea”, explica o secretário. Haverá faixas de orientação aos motoristas nos pontos de acesso, com o objetivo de informar as pessoas e indicar caminhos alternativos.

Nos dias de interdição, a orientação para os motoristas é utilizar a passagem de nível da avenida Manoel Bezerra de Lima Filho ou o complexo viário Jornalista Tirreno Dasambiagio como forma de atravessar a linha férrea e cruzar a região central da cidade em direção ao Mogilar, e vice-versa.

Essa passagem, construída no final do século passado, ficou conhecida durante a obra e nos anos que se seguiram a sua construção mais como sendo o buraco do padre que pelo seu nome oficial.  O termo buraco do padre fazia (faz) referência ao ex-prefeito de Mogi,  Manoel Bezerra de Melo que chegou a estudar para ser padre da Igreja Católica.