Palmeiras x Corinthians: Quem venceu mais vezes o maior clássico do Estado?
O Allianz Parque, local da partida de hoje, já recebeu seis Dérbis e a vantagem é do Timão/Foto: Cesar Greco

Protagonistas de um dos grandes clássicos do futebol mundial, Palmeiras e Corinthians se preparam para protagonizar mais um capítulo dessa história neste sábado, 2, pelo Campeonato Paulista 2019.

O duelo no Allianz Parque, válido pela 5ª rodada da fase de grupos, está marcado para às 17 horas.  Até hoje, as duas equipes já se enfrentaram 359 vezes, com 127 vitórias do Verdão, outras 126 do Timão, além de 106 empates. O time alviverde já balançou as redes 515 vezes e sofreu 478 gols.

O Palmeiras, por sua vez, usa uma contagem diferente por considerar duelos do extinto Torneio Início (que tinha duração de 15 minutos) e da Taça Henrique Mündel de 1938, além de um W.O. em 1923. Assim, nas contas do Verdão, são 131 triunfos alviverdes, 110 empates e 128 vitórias alvinegras.

Levando em conta apenas os duelos pelo Campeonato Paulista o equilíbrio também é grande, mas a vantagem dessa vez é do Corinthians: 77 triunfos, 61 empates e 70 derrotas. O Verdão, porém, foi quem mais balançou as redes: 297 contra 281 do time alvinegro.

Dérbi Paulista: quem ganhou mais pelo Brasileirão?

Pelo Campeonato Brasileiro, o retrospecto também é bastante equilibrado: 17 vitórias do Corinthians contra 17 do Palmeiras, além de 17 empates. O Verdão, contudo, é quem mais balançou as redes: 62 a 52.

No Allianz Parque, quem leva vantagem?

O Allianz Parque já recebeu seis Dérbis e a vantagem é do Timão: três vitórias, um empate e duas derrotas. O Corinthians já marcou sete gols contra cinco do Verdão. Já no antigo Palestra Itália, o Palmeiras teve mais triunfos: 21 a 11, além de oito empates. O time alviverde marcou 72 gols e sofreu 43.

E na Arena Corinthians, quem leva vantagem?

Inaugurada em 2014, a Arena Corinthians já recebeu nove vezes o Dérbi. O equilíbrio também é grande: cinco vitórias do Timão, um empate e três triunfos do Verdão. Os alvinegros balançaram as redes 11 vezes, contra nove dos alviverdes.

Irmão do juiz do jogo deste sábado já ‘tretou’ com Felipão 

Um árbitro de sobrenome Oliveira já rendeu no passado muitas divergências com Palmeiras e o técnico Luiz Felipe Scolari. Sorteado nessa quinta-feira para apitar o clássico com o Corinthians neste sábado, pelo Campeonato Paulista, Luiz Flávio de Oliveira é irmão mais novo de um ex-árbitro que no passado moveu um processo contra Felipão após um dérbi bastante polêmico.

Pelo Campeonato Paulista de 2011, Paulo César de Oliveira foi o designado para apitar a semifinal no Pacaembu entre o Palmeiras, de Felipão, contra o Corinthians, de Tite. No entanto, antes da oficialização do nome dele, o Jornal da Tarde, publicação do Grupo Estado, divulgou antes do sorteio que o nome dele seria o escolhido.

No domingo o jogo entre as equipes foi agitado e depois do empate em 1 a 1, o Corinthians avançou à final ao ganhar por 6 a 5 nos pênaltis.

Felipão demonstrou irritação na entrevista coletiva e afirmou que o árbitro atuou de forma premeditada a prejudicar o Palmeiras.  “Ele entrou premeditado, é natural. Nós temos um dossiê de 26 jogos em que entendemos que fomos prejudicados. Temos duas solicitações, uma para a CBF e outra para a Federação Paulista pedindo que não colocasse o árbitro. E aí vai no sorteio de oito nomes cai o cara?”, protestou na ocasião.

O árbitro daquele clássico ficou incomodado com a declaração de Felipão e entrou na Justiça para exigir uma indenização de R$ 30 mil por danos morais. O processo tramitou por dois anos. A decisão do juiz Edward Wickfield foi de negar o pedido de Oliveira.

Porém, na esfera esportiva o treinador acabou punido com o pagamento de multa e a suspensão por seis jogos no Estadual do ano seguinte.

O responsável pelo dérbi deste sábado apitou quatro vezes o clássico na carreira, com duas vitórias para cada lado. A última participação dele em um Corinthians x Palmeiras foi em 2012, pelo Campeonato Brasileiro.