Onça-parda e filhotes são vistos em Mogi das Cruzes

672

As câmeras do Parque das Neblinas, reserva ambiental da Suzano gerida pelo Instituto Ecofuturo, registraram uma onça-parda caminhando com dois filhotes. Esse tipo de registro é importante, pois demonstra que o trabalho desenvolvido pelo Ecofuturo na área contribui para que o ambiente da reserva ofereça condições necessárias para a reprodução da espécie, ameaçada de extinção.

Mais de 1.250 espécies já foram identificadas no Parque até este ano – sendo 23 delas com algum grau de ameaça à extinção –, resultado de aproximadamente 60 estudos científicos realizados desde 2002. Para conhecer mais sobre a diversidade de animais e plantas protegidos na reserva, confira também a cartilha “A biodiversidade no Parque das Neblinas”, disponível gratuitamente no site do Ecofuturo. 

Sobre o Parque das Neblinas
Reconhecido pelo Programa Homem e Biosfera da UNESCO como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, o Parque das Neblinas está localizado a cerca de 100 quilômetros de São Paulo, nos municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga. É uma reserva ambiental da Suzano, gerida pelo Ecofuturo, com 6 mil hectares de área, onde são desenvolvidas atividades de ecoturismo, pesquisa científica, educação socioambiental, manejo e restauração florestal e participação comunitária.

Sobre o Instituto Ecofuturo
O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais sobre o Ecofuturo em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturo e www.youtube.com/institutoecofuturo.