Obras na praça Cidade das Flores poderão ser concluídas nas próximas semanas
A reforma da Praça Cidade das Flores é realizada pela Integra Desenvolvimento Urbano Ltda., a partir de uma contrapartida estabelecida em Termo de Compromisso firmado com o município - por isso, não há custo para o município/ Foto: Glaucia Paulino/Oi Diário
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A expectativa da Prefeitura de Suzano de entregar a reforma da praça Cidade das Flores até o final de 2018 não se confirmou, sendo que na primeira semana deste ano a reportagem do Oi constatou que o espaço público ainda segue em obras e que algumas partes da praça seguem interditadas, como são os casos das fontes dos espelhos d’água e piscinas.

Diante desse cenário o Oi questionou a Prefeitura sobre o atraso da entrega da obra e cobrou uma nova data para que toda a obra seja finalizada e a praça revitalizada devolvida aos seus usuários.

Confira abaixo as perguntas encaminhadas pelo Oi a Secretaria de Comunicação e os esclarecimentos da Prefeitura 

  • Oi Diário: A Prefeitura informou que a praça seria concluída antes do natal de 2018. Por quais motivos não foram finalizadas as reformas?
  • O que ainda falta para terminar?
  • Tem um prazo de término?
  • A Prefeitura promoverá algum evento especial de reinauguração?
  • Qual o valor que já foi investido até o momento e qual o valor total destinado as reformas da praça?
  • Além das piscinas e escultura, terá mais algo atrativo?

Esclarecimentos da Prefeitura de Suzano:

De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação de Suzano, a obra está neste momento na fase de testes das fontes dos espelhos d’água. Já foram iniciados os serviços de manutenção dos pisos e canteiros (troca de peças quebradas e limpeza de piso).

A previsão de entrega (segundo a empresa responsável pela obra) é para as próximas semanas. A reforma da Praça Cidade das Flores é realizada pela Integra Desenvolvimento Urbano Ltda., a partir de uma contrapartida estabelecida em Termo de Compromisso firmado com o município – por isso, não há custo para o Município.

As obras contemplam requalificação dos espelhos d’água, rearborização, melhorias na iluminação e manutenções hidráulicas, com a colocação de novas bombas para as fontes e trabalhos de impermeabilização.

O custo estimado pela empresa é de R$ 500 mil (sem despesa para os cofres públicos). A Praça Cidade das Flores foi construída em 2006, sendo reconhecida internacionalmente, na Bienal de Arquitetura de São Paulo e depois na maior Bienal de Arquitetura do mundo, realizada em Veneza, na Itália.