O curta metragem “O Cão é Suave” terá uma sessão de pré-estreia neste dia 12 de abril em Suzano. O filme de 15 minutos que tem a participação especial do ator Walmir Pinto que já foi secretário de Cultura e atualmente é o vice-prefeito da cidade. A pré-estreia vai acontecer no Boteco Helena (que fica na área central da cidade) a partir das 20 horas.

 

Essa quarta-feira a reportagem do Oi recebeu parte da equipe de produtores e atores do filme que trata em seu roteiro de questões relacionadas a mentira e a verdade e está registrado na Ancine.

 

“O Cão é Suave” tem a ambição de participar de mostras nacional e internacional de cinema na categoria curta metragem. O ator e roteirista Zé de Riba explicou que o filme foi rodado em dois ambientes fechados (um bar e um escritório) e possui também externas:

 

“A história gira em torno do personagem principal que é tentado contar mentiras e ao mesmo tempo sabe dos prejuízos que poderá sofrer quando diz a verdade. Essa história tem muito a ver com a realidade que vivenciamos hoje no Brasil”, destaca Zé de Riba.

 

“O filme tem o objetivo de provocar o público a refletir sobre mentira, verdade e as consequências de cada uma delas”, acrescenta Riba que também é o roteirista do “Cão é Suave” que também fará parte da programação cultural do aniversário de Suzano e deverá ser exibido no Centro Cultural Francisco Moriconi ainda neste mês.

 

O roteirista e ator Zé de Riba já possui uma vasta experiência na produção cinematográfica também atua na área musical como compositor e cantor e revelou ao Oi que neste dia 12, logo após a pré-estreia do curta metragem, apresentará um pocket show em homenagem às pessoas que acompanharão a primeira exibição do filme.

 

Zé de Riba faz questão de agradecer o apoio de Walmir Pinto: “O atual vice-prefeito de Suzano fez a diferença atuando na Cultura da cidade, tem trabalhos importantes no cinema e no teatro e está sempre atento à novas ideias e projetos.

 

O apoio do Walmir está permitindo a criação de um grupo de cinema que poderá contribuir para alavancar na região do Alto Tietê essa indústria que gera empregos e movimenta a economia”, revela o roteirista que destaca o potencial do jovem diretor do filme (Douglas Cordeiro – 24 anos) e dos demais participantes do filme, no caso os atores Chico Zé, Drico Oliveira, da responsável pela fotografia Laura Bruna Nascimento, da produtora Ateliê de Imagem e de Henry Scroby, que cuidou da trilha sonora do filme.

 

Filme terá sequência e Suzano poderá ser polo de cinema

Walmir Pinto, Zé de Riba e o diretor Douglas Cordeiro que conversou com o Oi por telefone, adiantaram que o “Cão é Suave” poderá ganhar uma continuação: “Já estamos avaliando a possibilidade de dar continuidade, talvez façamos uma trilogia”, destaca Cordeiro que elogiou o potencial e a determinação de todos que participaram da produção do curta metragem: “Foi um grande aprendizado. Ganhei esse roteiro do Zé de Riba e a história que contamos sobre verdade e mentira é um convite e uma provocação para a reflexão”, diz Cordeiro.

 

A possível continuação de “O Cão é Suave” é um sinal de que Suzano poderá se tornar em um polo de produção de cinema. Amaury Rodrigues que foi um dos organizadores da 1ª mostra de curta metragem realizada em Suzano em 2017 também participou da entrevista concedida pelos produtores do curta que terá sua pré-estreia neste dia 12 dm Suzano ao Jornal Oi.

 

Ele e Walmir Pinto observaram que Suzano tem estrutura (profissionais, equipamentos e vontade política) para se tornar uma referência na produção de curtas metragem: “Na verdade conseguimos reunir um grupo de pessoas, jovens e mais experientes, que tem capacidade e interesse em desenvolver a sétima arte em Suzano. Esse projeto ainda está em fase de planejamento, mas tem potencial para se transformar em realidade”, argumentam Walmir Pinto e Amaury Rodrigues.