Novo presidente da Câmara de Itaquá diz que não aceitará pressões do governo ou da oposição: “Foco é trabalhar pela cidade”
O novo presidente observou que já estaria sofrendo algum tipo de pressão política da prefeitura, mas garantiu que sonhava em ser o presidente da Câmara em Itaquá e que trabalhará em beneficio da cidade/Foto: Bruno Arib e Glaucia Paulino
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O vereador e novo presidente da Câmara de Itaquá, Edson Rodrigues, o Edson da Paiol  (Pode), entrou em contato com a reportagem do Jornal Oi nesta quarta-feira, 9, para  fazer algumas observações e contestações a matéria ‘Que situação: o que o vereador Edson da Paiol vai fazer na presidência da Câmara em Itaquá?’ publicada no site do Oi na noite de terça-feira.

A matéria em questão chamou a atenção para o risco de o novo presidente ficar em meio a um fogo cruzado, ou seja, de ser pressionado tanto pelo governo do prefeito Mamoru Nakashima quanto pelos vereadores que fazem oposição ao prefeito e integram, ao lado de Paiol, a mesa diretiva do Legislativo em Itaquá – no caso os vereadores Armando Neto, que é filho do ex-prefeito Armando da Farmácia e o vereador Carlos Alberto Santiago Gomes Barbosa (PSD).

O novo presidente observou que já estaria sofrendo algum tipo de pressão política da prefeitura, mas garantiu que sonhava em ser o presidente da Câmara em Itaquá e que trabalhará em beneficio da cidade.

“Não assumi a presidência da Câmara com o objetivo de cassar o mandato do prefeito Mamoru e nem com o objetivo de calar a oposição. Sempre fui um vereador independente, fui eleito pelo povo de Itaquá e não pelo prefeito. Na presidência da Câmara vou manter a minha independência política, isso quer dizer que vamos debater os assuntos que são do interesse da cidade e aprovar os projetos que importam para a população”, argumentou Edson da Paiol que pretende promover dar voz a todos os vereadores da Câmara de Itaquá.

“Todos os vereadores vão participar de todos os debates e terão liberdade para se manifestarem e votar de acordo com os interesses da cidade, por outro lado acredito em um diálogo transparente e propositivo com o governo municipal”, acrescentou.

O novo presidente da Câmara está em seu primeiro mandato como vereador em Itaquá e faz parte de duas das principais comissões: Finanças e Saúde.

De tradicional família, é morador do município desde tenra idade. Aos 35 anos, formado em Medicina Veterinária pela Universidade de Guarulhos (UNG) e pós-graduado em Ortopedia e Traumatologia em pequenos animais, pela Universidade de São Paulo (USP). É, ainda, especializado em Gestão em Marketing e Coaching, pela Oaasis, com Marco Antonio Gioso.