O prefeito de Itaquaquecetuba, Mamoru Nakashima (PSDB), participou nesta segunda-feira, 14, do programa “Vai Encarar”, ao vivo. Mamoru conversou por mais de uma hora e respondeu questionamentos feitos por moradores de Itaquá que participaram durante a apresentação do programa.

As investigações da Polícia Federal na prefeitura de Itaquá (casos relacionados à merenda escolar e o instituto de previdência municipal) e os maiores problemas enfrentados pela população e pela cidade (falta de iluminação pública, falta de tratamento de esgotos, transporte público precário, deficiências na área da saúde) foram intensamente debatidos pelo prefeito de Itaquá com os entrevistadores Bras Santos e Maurimar Chiasso.

Mamoru também foi questionado sobre a sua atuação na diretoria (ele é vice-presidente)  do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê  (Condemat). Durante a conversa o prefeito Mamoru antecipou a informação de que até o 2º semestre deste ano, a cidade deverá ganhar um Pronto Atendimento Infantil. Esse serviço voltado às crianças da cidade será oferecido pela prefeitura de Itaquá.

O prefeito faz esclarecimentos importantes (e convincentes) sobre as operações da Polícia Federal na prefeitura da cidade e reforçou o seu compromisso de conduzir um governo sério, transparente e em benefício da cidade. Eleito (em 2012) e reeleito (em 2016) no primeiro turno, Mamoru assegurou que pretende deixar ao final de seu segundo mandato uma cidade melhor do que encontrou faz cerca de 30 anos e que a implantação de um Pronto Atendimento Infantil Municipal faz parte da sua luta para elevar a qualidade dos serviços públicos prestados pela prefeitura e garantir mais qualidade de vida ao povo que reside no município.

Em diversos momentos da entrevista, o prefeito de Itaquá cobrou (lamentou) a falta de apoio de deputados federais e estaduais que poderiam acelerar os pleitos da prefeitura de Itaquá junto ao governo federal e também no governo do Estado. E neste contexto, Mamoru defendeu a candidatura da esposa, Joery Nakashima (PR), ao cargo de deputada estadual.

O prefeito acrescentou que a cidade tem potencial para eleger vários deputados estaduais e federais e que a falta de representação na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional dificultam e atrasam a chegada dos investimentos que a cidade precisa em diversas áreas.  Confira a íntegra da entrevista no site e na página do Facebook do Oi Diário.