Mogianos vão pagar, a partir desta segunda, a tarifa de ônibus mais cara do Alto Tietê: R$ 4,50
Atualmente, a tarifa do transporte coletivo de Mogi das Cruzes é de R$ 4,10/Foto: Junior Lago/PMMC
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A tarifa do sistema de transporte coletivo de Mogi das Cruzes terá alteração a partir desta segunda-feira, 14. O valor passará a R$ 4,50, que havia sido aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes, Trânsito e Mobilidade Urbana (CMTTMU) e é menor do que os apresentados pelas empresas concessionárias.

O valor do passe escolar permanecerá representando 41,5% da tarifa integral, passando a R$ 1,87.

O novo valor também está abaixo da tarifa técnica unificada, aferida com a média das tarifas técnicas das duas empresas. Por este cálculo, o valor seria R$ 4,57. Em suas solicitações, a CS Brasil solicitou tarifa de R$ 5,16 e a Princesa, R$ 5,35.

Para chegar ao novo valor da tarifa, a Secretaria Municipal de Transportes realizou estudos técnicos levaram em consideração as variações de valores que impactam no custo do sistema e, consequentemente na tarifa, como salários dos operadores do sistema, combustível, insumos, peças, entre outros.

Além disso, foi levado em consideração que a atual tarifa está em vigor desde 29 de janeiro de 2017, sendo que em 2018 não houve reajuste. O material foi apresentado na quinta-feira, dia 10, ao CMTTMU e aprovado por 13 votos a 4.

Atualmente, a tarifa do transporte coletivo de Mogi das Cruzes é de R$ 4,10. O sistema permite a integração, com a utilização do Cartão SIM. Com isso, o passageiro pode utilizar dois ônibus (que servem regiões diferentes) pagando uma passagem no período de uma hora e meia.

O sistema transporta mensalmente cerca de 3,3 milhões de passageiros por mês, sendo que 32,45% deste total referem-se a algum tipo de gratuidade. São 243 ônibus que operam 84 linhas, ligando todas as regiões da cidade.

Durante o ano de 2018, o sistema recebeu medidas para melhoria no atendimento à população. Foram apresentados 40 novos ônibus para renovação da frota. Destes 10 ônibus são adaptados para transportar dois cadeirantes.

Os Terminais Central e Estudantes também estão passando por reformas, com prioridade para os banheiros, que receberam manutenção hidráulica e novos equipamentos. Os locais também estão passando por manutenção elétrica e serviços gerais. Além disso, a prefeitura iniciou a implantação de 100 novos abrigos em pontos.

Até aqui, 55 já foram instalados em todas as regiões do município. Para este ano, está prevista a aquisição de mais 100 abrigos e a Prefeitura pleiteia junto ao Governo Federal a compra de mais 600 unidades.

Outra ação desenvolvida foi à implantação de faixas preferenciais de ônibus em corredores importantes para a circulação do transporte coletivo. A medida já foi adotada nas avenidas Voluntário Fernando Pinheiro Franco, Fernando Costa e Vereador Narciso Yague Guimarães, além da rua Ipiranga.