Mogi promete recuperar 5,5 quilômetros em 13 vias públicas
As obras tiveram início pela avenida João XXIII, em Cezar de Souza, que será contemplada entre as avenidas Nilo Marcatto e rua Maria Lunardi Gaggioli/ Foto: Ney Sarmento/PMMC

O prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo, fez, na manhã desta terça-feira, 7, o lançamento do Asfalto Melhor, um programa de recapeamento e pavimentação de vias, que visa a melhoria das condições de trafegabilidade e da mobilidade urbana da cidade.

A princípio, 13 vias serão contempladas pelos trabalhos, que devem ser finalizados até o final deste ano.

As obras tiveram início pela avenida João XXIII, que receberá melhorias no trecho entre a avenida Nilo Marcatto e a rua Maria Lunardi Gaggioli. Além dessa, outras 12 vias de bairros diversos da cidade passarão pelos serviços, que consistem na remoção da atual camada asfáltica, para a colocação de uma nova.

As intervenções serão inteiramente realizadas com mão de obra e maquinário próprios, da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. São, ao todo, 5,5 quilômetros e uma área total de 46 mil metros quadrados contemplados e um investimento de R$ 1.395.708,75, considerando asfalto, fresa e emulsão.

“Hoje estamos dando continuidade aos serviços de manutenção do nosso sistema viário, que sempre precisa de uma atenção especial. Esses trabalhos só se tornaram possíveis porque desde o ano passado os secretários entenderam a necessidade de economizar recursos e geri-los de maneira a atender itens prioritários. Estou muito feliz por poder retomar os investimentos na área de pavimentação”, declarou o prefeito, Marcus Melo.

Os vereadores presentes também atribuíram o início dessa empreitada às práticas de uma gestão eficiente. “Fazer uma obra dessas com recursos próprios nos dias atuais não é fácil. Isso é gestão eficiente”, destacou Jean Lopes, que foi seguido por Carlos Evaristo.

“Temos acompanhado e visto todas as dificuldades dos últimos tempos. Quando a gente trabalha com inteligência, com uma boa Administração e com parcerias, conquistamos boas coisas e conseguimos oferecer uma vida melhor à população”, acrescentou.

Das 13 ruas contempladas, quatro receberão as melhorias em toda sua extensão. São elas: Prefeito Armindo Faustino de Melo (Parque Santana), Dom Luiz de Souza (Jardim Universo), Augusto Belizário (Vila Pomar) e o Largo Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira (Centro).

Já as demais serão contempladas em trechos específicos. Além da João XXIII, as obras serão feitas na rua Ferdinando Morroni (da avenida Getúlio Vargas até a avenida Brasil), Dr. Corrêa (do Largo Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira até a rua Senador Dantas), rua Lara (da rua Ipiranga até a Francisco Affonso de Melo), Gaspar Conqueiro (da avenida Fernando Costa até a rua Maria Osório do Valle), Pedro Machado (da avenida Brasil até a Dr. Deodato Wertheimer), Professor Álvaro Pavan (da avenida Manoel Bezerra de Lima Filho até a Cândido Xavier de Almeida e Souza e a rua principal de acesso à Sabaúna, entre a passagem de nível e o centro do distrito.

A definição das ruas beneficiadas se deu a partir de estudos, demandas de vereadores e da população, por meio da Ouvidoria e também verificações in loco por parte das equipes da Prefeitura.

Além do pacote anunciado hoje, Mogi das Cruzes já vem recebendo trabalhos de asfaltamento em outras regiões. Em março deste ano, por exemplo, tiveram início e seguem em andamento as obras de implantação de uma camada asfáltica em oito ruas do Jardim Piatã.

Cinco importantes ruas e avenidas da área central também acabam de passar por recapeamento dentro das obras do Corredor Leste-Oeste. São elas: Tenente Manoel Alves dos Anjos, Basílio Batalha, Professor Flaviano de Melo e das avenidas Governador Adhemar de Barros e Voluntário Fernando Pinheiro Franco. Em razão da mesma obra, a avenida Cavalheiro Nami Jafet também foi recapeada em um trecho de 800 metros.

Outro distrito contemplado com serviços de pavimentação foi Jundiapeba.

Entre serviços realizados e previstos, são mais de 70 mil metros quadrados em toda a cidade, o que equivale a 10 campos de futebol.

Ao contrário de outras cidades da região (especialmente Suzano que recebeu R$ 4 milhões do governo do Estado), a prefeitura de Mogi não recebeu recursos do governador Márcio França (PSB) e vai usar recursos próprios para a execução desse pacote de obras.