Mamoru está na mira do governador João Doria? Prefeito, que apoiou França, prefere nem comentar
Doria teria afirmado que após o segundo turno ‘cuidaria’ dos prefeitos traidores, ou seja, dos prefeitos que, como Mamoru, mesmo sendo do PSDB apoiaram o ‘candidato comunista’/ Foto: Divulgação
Guararema Mirante Novembro

O prefeito de Itaquá, Mamoru Nakashima (PSDB), pelo visto quer esquecer (e quer que esqueçam) que ele, apesar de ser do PSDB, apoiou o candidato Márcio França (PSB) tanto no 1º quanto no 2º turno da eleição para governador do Estado de São Paulo.

Nesse domingo, 28, o tucano João Doria derrotou França no segundo turno de uma eleição muito disputada e já nesta segunda-feira, 29, o Oi Diário questionou o prefeito de Itaquá sobre o que poderá lhe acontecer dentro do PSDB.

Isso porque antes da votação do 2º turno, Doria teria afirmado para jornalistas da Capital que após o segundo turno ‘cuidaria’ dos prefeitos traidores, ou seja, dos prefeitos que, como Mamoru, mesmo sendo do PSDB apoiaram o ‘candidato comunista’ do PSB.

A reportagem do Oi Diário também quis saber do prefeito Mamoru quais deverão ser as prioridades do novo governo em relação às necessidades da cidade de Itaquá.

Confira abaixo as perguntas do Oi Diário e as respostas do prefeito que preferiu nada dizer sobre a possibilidade de Doria retaliar Mamoru (neste caso, em prejuízo da cidade) que abertamente apoiou o candidato Márcio França.

Oi Diário – O prefeito Mamoru teme alguma represália do novo governador por ter apoiado o Márcio França? Explicar

Mamoru Nakashima – O governador eleito João Doria sabe das necessidades de Itaquaquecetuba e não deixará de ajudar o município.

Oi Diário – Quais são as prioridades de Itaquá em relação ao novo governador?

Mamoru Nakashima – Segurança, saúde, creches e infraestrutura.