Lucia França, primeira-dama do Estado, assina convênios, apresenta os projetos Natal Espetacular e Costurando o Futuro e ‘alfineta’ o tucano Doria
Ao lado da primeira-dama de Suzano, Larissa Ashiuchi, a esposa do governador Márcio França esteve, ao vivo, nessa quinta na redação do Oi Diário / Foto: Marcelo Prado Jr

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, Lucia França, participou nesta quinta-feira, 21, do programa “Café na Redação”. Ao lado da primeira-dama de Suzano e coordenadora do Conselho dos Fundos Sociais do Condemat, Larissa Ashuchi, a esposa do governador Márcio França (PSB) falou sobre a formatura de mais de 180 pessoas (em Suzano e Poá) que participaram neste 1º semestre de cursos de capacitação e qualificação profissional desenvolvidos pelas prefeituras com o apoio do Fundo Social do Estado.

Lucia apresentou detalhes de dois novos programas que serão desenvolvidos pela maioria das cidades do Alto Tietê no segundo semestre (Natal Espetacular e Costurando o Futuro) e lamentou a postura do ex-prefeito da Capital e pré-candidato do governo de SP, João Doria (PSDB) que em abril deste ano (quando Márcio França assumiu do ex-governador Geraldo Alckmin o comando do Estado) desferiu ataques e críticas (desnecessárias) contra o atual governador estadual.

Questionada durante a entrevista ao vivo (a íntegra da entrevista pode ser conferida no site e no Facebook do Oi Diário) se as críticas gratuitas de João Doria de alguma forma afetaram ou atingiram a ela e ao esposo/governador, Lúcia França foi bastante contundente em suas observações sobre as manifestações de João Doria.

A primeira-dama do Estado ressaltou que todas as lideranças políticas estão sujeitas a críticas e que o debate e as opiniões divergentes fazem parte da democracia e que não se sente atacada quando o debate gira em torno de projetos e ideias.

Ela argumentou, entretanto, que os ataques desferidos por Doria foram infantis e que mais se parecerem com algum tipo de bulyng praticado por meninos/adolescentes em idade escolar e que por conta da infantilidade das considerações (feitas por Doria) não se sentiu atacada ou atingida.

Acrescentou que o governador Márcio França é uma pessoa bastante serena e que não se abala com críticas semelhantes às feitas por Doria durante o processo de transição do governo no Estado de São Paulo.

Em outros momentos da entrevista, a primeira-dama do Estado de São Paulo destacou a importância dos cursos de qualificação desenvolvidos em parceria com as prefeituras, elogiou a boa vontade e o empenho da presidente do Fundo Social de Suzano, Larissa Ashiuchi para colocar em práticas os convênios firmados entre Suzano e o Fundo Social do Estado.

Lucia França também detalhou (a pedido da reportagem do Oi e do “Café na Redação”) dois novos projetos que serão executados neste segundo semestre em Suzano e outras cidades do Estado. Trata-se do Natal Espetacular e do Costurando o Futuro.

Antes de participar do “Café na Redação”, a primeira-dama do Estado esteve na cidade de Poá onde participou da formatura de 60 alunos em capacitações promovidas pelo Fundo Social poaense em parceria com o governo estadual.

Logo depois de participar do programa no estúdio do Jornal Oi, a primeira-dama do Estado foi ao evento de formatura de mais de 120 alunos que se qualificaram em cursos do Fundo Social de Suzano e do Estado.

A disposição da primeira-dama do Estado de São Paulo em inovar e acelerar os programas de capacitação e formação profissional foi bastante elogiada por Larissa Ashiuchi e o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR).

Durante o final da cerimônia realizada no teatro Armando de Ré, a presidente do Fundo Social de SP assinou convênios para a realização de novos projetos de qualificação profissional com as cidades de Santa Isabel, Suzano, Salesópolis e Mogi das Cruzes.