Kimberly-Clark doará fraldas para projeto que vai atender mães suzanenses
A notícia positiva é resultado de uma proposta apresentada pela primeira-dama à direção da Kimberly/ Foto: Irineu Junior
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A presidente do Fundo Social de Solidariedade e dirigente do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), a primeira-dama Larissa Ashiuchi, firmou o nascimento do projeto “Cegonha da Solidariedade”, com a diretoria da empresa Kimberly-Clark, por meio da Santa Casa de Misericórdia de Suzano.

A previsão é de que o lançamento oficial seja realizado em breve, segundo informações da Secretaria de Comunicação do governo suzanense.

No encontro, que ocorreu na sede da multinacional em Suzano, a empresa anunciou que irá participar do programa com a doação de 300 pacotes mensais de fraldas Huggies tripla proteção Turma da Mônica durante 18 meses (de agosto de 2018 a dezembro de 2019). A notícia positiva é resultado de uma proposta apresentada pela primeira-dama à Kimberly, em uma reunião realizada no dia 7 de fevereiro deste ano. Na ocasião, ela mostrou o desejo de firmar uma parceria para o desenvolvimento de um projeto que atendesse gestantes e bebês de famílias em situação de vulnerabilidade social.

“Não fazemos nada sozinho e com essa união é mais um sonho que sai do papel. Cuidar de vidas é um trabalho muito gratificante. Agora vamos trabalhar para fazer o lançamento do projeto ‘Cegonha da Solidariedade’, que ocorrerá em breve”, revela Larissa.

A empresa já tem em sua história diversas campanhas e projetos de responsabilidade social. O anúncio do apoio ao programa em parceria com a prefeitura foi feito pelo gerente da fábrica Kimberly-Clark de Suzano, Geovane Almeida. “É uma honra participar de mais essa importante iniciativa que acolherá e orientará as mães do município. Esse é o nosso compromisso. Estender o abraço dos pais por meio dos nossos produtos”, completa ele.