Biritiba Mirim, no Alto Tietê, receberá R$ 500 mil para investir na rede municipal de saúde. A injeção financeira extraorçamentária foi obtida pelo deputado federal Junji Abe (MDB) que se reuniu com o prefeito Jarbas Ezequiel de Aguiar, o Professor Jarbas (PV), na sexta-feira, 27. “Agradecemos seu empenho e dedicação com a Cidade, que precisa demais do apoio de políticos comprometidos com o bem-estar da população”, manifestou-se o prefeito biritibano.

A remessa financeira será efetivada por meio de programas governamentais, com inserção da cidade viabilizada por Junji, a pedido do vice-prefeito de Mogi das Cruzes, Juliano Abe (MDB). A prefeitura de Biritiba Mirim definirá de que forma os recursos serão aplicados nas unidades de saúde, podendo contemplar adequações ou aquisição de equipamentos.

Segundo Junji, o Ministério da Saúde deverá liberar o dinheiro à prefeitura de Biritiba Mirim ainda neste semestre, por meio de repasse efetuado diretamente do Fundo Nacional de Saúde ao Fundo Municipal de Saúde. O Executivo biritibano vem recebendo assistência da equipe do deputado sobre os procedimentos administrativos necessários. Por ser ano eleitoral, os repasses só podem ocorrer até três meses antes das eleições. Portanto, até julho.

“Fico feliz em poder contribuir para melhorar o atendimento num setor fundamental como a saúde. Até porque, a recessão econômica fez crescer a demanda na rede pública, trazendo muitos pacientes que perderam o emprego e, com ele, o plano privado de saúde”, observou Junji.

Na reunião, realizada no escritório regional do deputado, em Mogi das Cruzes, o prefeito pediu a Junji que procure conseguir recursos para a prefeitura adquirir maquinário agrícola destinado à manutenção de estradas rurais. “Sabemos bem da necessidade desses equipamentos para a cidade que tem a agricultura como base da economia e precisa de vicinais em boas condições para o escoamento da produção agrícola. Vamos nos esforçar para viabilizar seu pedido!”, garantiu o deputado.

Junji antecipou que vem trabalhado junto ao governo federal para obter mais recursos extraorçamentários em benefício das cidades de onde recebeu pedido de ajuda, vindo de lideranças políticas e comunitárias. “Buscamos, por exemplo, que o turismo seja contemplado por meio de programas governamentais. Isso ajuda demais a impulsionar a economia de localidades, com farto potencial natural, que sofrem severas restrições ambientais para a maior parte das outras atividades econômicas”, pontuou o deputado, citando Biritiba Mirim como exemplo.