Governo Ashiuchi tira o Hospital Regional do papel

0
134
Ashiuchi se mostra confiante na obtenção de apoio dos governos estadual e federal para o custeio e execução das próximas etapas do projeto
Ashiuchi se mostra confiante na obtenção de apoio dos governos estadual e federal para o custeio e execução das próximas etapas do projeto

Com a instalação de placas informativas do projeto e da obra, limpeza e preparação do terreno, topografia e também uma entrevista do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) e de representantes do governo, a Prefeitura de Suzano iniciou nesta segunda-feira a construção do Hospital Regional (com recursos do governo federal) da cidade.

 

Governo Marcelo Candido

Essa obra começou a ser prometida/anunciada em 2010 (na gestão do ex-prefeito Marcelo Candido), foi ignorada por completo na gestão do ex-prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB) e finalmente está sendo iniciada no final de 2017, com previsão de ter a sua 1ª fase concluída em um prazo de 18 meses, ou seja, no 2º semestre de 2019.

Orçada em R$ 28 milhões, terá o aporte do governo federal de quase R$ 24 milhões, com uma contrapartida do município de mais R$ 4 milhões. A primeira fase compreende na construção de um pronto-socorro de urgência e emergência.

 

Local do Hospital Regional

O hospital terá cerca de oito mil metros de área construída, sendo que o terreno liberado pela Prefeitura para a obra tem cerca de 45 mil metros quadrados. O equipamento ficará localizado na esquina da avenida Roberto Simonsen com a rua Sete de Setembro, na Cidade Cruzeiro do Sul.

O local que compreenderá um complexo integrado de educação, saúde e lazer, composto pela:

  • Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec)
  • Parque Municipal Max Feffer
  • Polo educacional formado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi)
  • Instituto Federal de Tecnologia do Estado de São Paulo (IFSP)
  • Faculdade Piaget

A construção do Hospital Regional representa não só a expansão dos serviços de Saúde da cidade, mas também a preocupação deste governo em garantir os direitos e a dignidade do suzanense. A primeira fase compreende na construção de todo o pronto-socorro e, durante esse período, vamos nos empenhar em buscar parcerias com os governos federal e estadual para o custeio desse grande hospital de característica regional para que atenda não só a população da cidade, mas também as cidades vizinhas”, garantiu Ashiuchi que mostrou 100% confiante na obtenção de apoio dos governos estadual e federal para o custeio do novo hospital e execução das próximas etapas do projeto.

A obra do Hospital Regional terá em seu pico de trabalho a atuação de até 150 profissionais, que serão contratados prioritariamente em Suzano.

 


CLIQUE AQUI PARA VER NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS NOTÍCIAS DE SUZANO