Homem de palavra: Márcio define prazos para a construção da alça ao Rodoanel, libera R$ 21 mi para obras e garante a volta da pediatria em Poá
Oito municípios receberão o total de R$ 21,2 milhões para obras de infraestrutura urbana que serão definidas pelas prefeituras / Foto: Divulgação

O governador Márcio França (PSB) assinou nesta quinta-feira, 17, autorização para a retomada do projeto de implantação da alça de acesso da Rodovia Henrique Eroles (SP-66) ao Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas (SP-21), na divisa dos municípios de Suzano e Poá. A SP-66, antiga Estrada Velha São Paulo-Rio, é a principal via de acesso na ligação entre as 10 cidades da região do Alto Tietê, o “Cinturão Verde” do Estado, com população de mais de 1,5 milhão de habitantes.

Oito municípios receberão o total de R$ 21,2 milhões para obras de infraestrutura urbana que serão definidas pelas prefeituras. Com o aval do Governo, a Artesp vai adotar as medidas junto à concessionária SPMar, que opera os trechos Sul e Leste do Rodoanel, para revisar e atualizar o projeto originalmente proposto em 2011, pois atualmente o local apresenta novas condições, inclusive de urbanização. “Faremos primeiro o que é mais barato, porque é mais fácil. A ideia da alça pela estrada dos Fernandes não está descartada, mas o importante é termos o quanto antes acesso ao Rodoanel”, afirmou o governador sobre a retomada do projeto inicial.

Feitas as adequações necessárias, a concessionária poderá seguir com as aprovações dos projetos funcionais e executivos, verificando as desapropriações que serão incluídas, inclusive a revisão do licenciamento ambiental conforme necessário. A previsão é que esses trâmites sejam superados até o segundo semestre de 2019. Estima-se que as obras devam ser executadas em 12 meses com estimativa de investimento de R$ 65 milhões.

O acesso à SP-66 consta no contrato original da concessionária, porém havia um pedido das próprias prefeituras para o Governo do Estado mudar o acesso para a Estrada dos Fernandes. A solicitação de retomada do projeto original de implantação da alça na Henrique Eroles foi feita pelos prefeitos que compõem o Consórcio do Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, pois entendem que é a melhor solução para o momento atual, que agora está sendo autorizada pelo governador.

O acesso na SP-66 beneficiará diretamente os municípios de Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Mogi das Cruzes, atraindo mais empresas para a região e criando novos postos de trabalho diretos e indiretos. A obra também promove a ligação de municípios da região metropolitana de São Paulo com as cidades do Alto Tietê, facilitando o tráfego de veículos nessa ligação e impulsionando o desenvolvimento regional. Leia mais sobre a visita do governador ao Alto Tietê nas postagens ao lado.