No dia 2 de abril comemora-se o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data decretada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de dezembro de 2007, além de decretar abril como o mês do autismo no planeta. Neste mês, familiares, médicos e instituições lutam pelos direitos da pessoa com autismo com o objetivo de promover o conhecimento da população a respeito do transtorno. Há estudos que mostram que cerca de 70 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo são autistas.

É comum neste mês que os monumentos e grandes construções ao redor do mundo se proponham a iluminar-se de azul como manifestação em favor dessa conscientização, como ocorreu na Escola Municipal de Educação Complementar (EMEC). O azul foi adotado como a cor símbolo para representar o transtorno, por haver maior incidência em meninos, cuja proporção é de cerca de quatro meninos para uma menina.

Além desta ação, a equipe escolar, sob a gestão da professora Conceição Aparecida C.P. de Rose Nogueira, organizou uma programação especial, que conta com uma bandeira azul hasteada durante todo o mês, bate-papo sobre Autismo com os familiares dos alunos atendidos na EMEC e palestra motivacional com Samara Andressa Del Monte, com o tema “Inclusão de sucesso: uma possibilidade real”. Andressa é jornalista, possui Paralisia Cerebral, é cadeirante e comunica-se com Símbolos Bliss.

Ações deste tipo colaboram para que a sociedade esteja em alerta e dotada de conhecimentos que garantam os necessários encaminhamentos. Quanto mais cedo o diagnóstico, melhor será a qualidade de vida destes indivíduos e mais rápido o tratamento para não permitir agravos no transtorno.