Com o como objetivo auxiliar no controle populacional de cães e gatos, identificar os proprietários e evitar o abandono e maus tratos, o cadastro para castração e microchipagem de cães e gatos deve atender a todos os bairros do município gradativamente.

A ação, que é uma das metas do plano de governo do prefeito Adriano Leite, teve início no mês de janeiro no bairro Nogueira. No sábado, dia 10, foi realizado o cadastramento nos bairros Jardim Dulce e Colônia. Até o momento foram realizadas 104 castrações e microchipagens, todos relativos aos cadastros do bairro Nogueira. No Jardim Dulce e Colônia foram cadastrados 196 animais, os mesmos serão triados e encaminhados ao CCZ para o início dos procedimentos.

Para os proprietários de cães e gatos que moram no Jardim Dulce e Colônia e não puderam comparecer ao mutirão de cadastramento, é possível fazer a solicitação presencialmente no protocolo do Paço Municipal até o dia 10 de abril.

A secretária adjunta de Obras, Meio Ambiente, Planejamento e Serviços Públicos, Dra. Juliana Tarento explica os benefícios de se realizar a castração. “Além do controle populacional de cães e gatos, a castração previne uma série de doenças nos animais e a microchipagem e identificação dos proprietários ajuda no combate ao abandono e maus tratos. Esta é uma ação que demanda tempo e deve se estender gradativamente para todos os bairros”, relatou.

A secretária destacou ainda que somente o proprietário do animal poderá realizar o cadastro, pois será necessário participar das orientações de guarda responsável e do procedimento cirúrgico ao qual o animal será submetido.

Depois de efetuado o cadastro, o proprietário deverá aguardar um contato para agendamento da cirurgia gratuita.  Informações: 4693-8000.