Governo Mamoru apresenta a Expresso Planalto e acaba com o suspense no transporte coletivo em Itaquá
A Expresso Planalto irá explorar os serviços até que o processo de licitação seja concluído, mas cumprindo as exigências feitas pela administração municipal já no modelo pretendido/Foto: Osvaldo Birke e Glaucia Paulino
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A frota de ônibus de Itaquaquecetuba será reforçada em 14 veículos zero quilômetro, sendo 12 de grande porte e 2 micro-ônibus que estarão realizando o trajeto das linhas municipais.

Essa melhoria é um pedido do prefeito Mamoru Nakashima à Expresso Planalto, que assumiu os serviços na cidade desde o dia 1º de novembro, quando a empresa proprietária Quataí Transporte de Passageiros SPE Ltda adquiriu o ativo da CS Brasil.

A Expresso Planalto irá explorar os serviços até que o processo de licitação seja concluído, mas cumprindo as exigências feitas pela administração municipal já no modelo pretendido.

Segundo Mamoru esse é o primeiro passo rumo a melhoria do transporte de passageiros na cidade.

“Estamos fazendo tudo com muita responsabilidade, Itaquaquecetuba terá um transporte de passageiros que atenda as necessidades da população, a melhoria será gradual, mas com eficiência e qualidade dos serviços prestados”, comentou o prefeito.

A prefeitura abriu um procedimento de manifestação de interesse, PMI, e os interessados deverão apresentar os projetos até o dia 11 de janeiro de 2019 para protocolar a documentação exigida na primeira fase do processo licitatório, destinada à qualificação dos proponentes.

Os qualificados no chamamento autorizados pelo Conselho Gestor terão a responsabilidade de levantar, no prazo de 60 dias, as informações técnico-operacionais, jurídicas e econômico-financeiras solicitadas no edital.

Mamoru disse que a população pode contar com melhorias significativas no setor nos próximos meses.

“Esperamos contar com um sistema de bilhetagem eletrônica e integração, micro-ônibus, sistema de atendimento ao cliente (SAC), a fiscalização será rígida para o cumprimento do contrato, a concessionária que assumir os serviços de transporte coletivo deverá apresentar veículos novos e modernos, além aumentar o número de veículos, de itinerários e horários. Este novo contrato será para atender os interesses da população e não de empresários”, afirmou o prefeito.

A construção e ampliação de terminais, além de investimentos em novos corredores, recapeamentos de vias e novos abrigos de ônibus também estão entre as propostas.

A ampliação da frota com os novos veículos zero quilômetro irá diminuir o tempo de espera e regular os horários dos ônibus gerando maior conforto aos passageiros.