Governo libera mais dinheiro para entidade e promete melhorar a distribuição de medicamentos
Secretaria de Saúde tem buscando implantar ações visando realizar um trabalho de qualidade para toda a população poaense/ Foto: Divulgação

Melhorar o acesso da população aos medicamentos distribuídos nas unidades de saúde. Este tem sido o objetivo do prefeito de Poá, Gian Lopes e do vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá. E na tarde de quinta-feira, 12, mais uma iniciativa foi colocada em prática para oferecer aos poaenses um atendimento mais qualificado e eficiente.

“Assinei um termo de aditamento contratual com a Sociedade Beneficente Caminho de Damasco, entidade que administra as Unidades de Saúde da Família (Rede Básica de Saúde), que a partir de hoje fará a gestão de aquisição e logística dos medicamentos nas unidades. Isso vai elevar a qualidade do serviço prestado, melhorando o atendimento para toda a população, além de gerar economia para o município”, explicou o prefeito Gian Lopes.

Participaram também da assinatura, além de Marquinhos Indaiá, o presidente da Câmara, Welson Lopes e os representantes da Caminhos de Damasco, Luís Antônio Herce e Jhony Silva.

O secretário de Saúde, Marquinhos Indaiá, explicou que fazer o munícipe poaense ter satisfação quanto ao atendimento é o grande objetivo. “Queremos um trabalho de excelência, humanizado e transparente. Então sempre estaremos colocando em prática ações que vão melhorar o atendimento aos poaenses. O setor de Saúde em Poá é prioridade”, disse.

Recentemente, após um intenso trabalho de Gian Lopes e Marquinhos Indaiá, o atendimento de Pediatria, no Hospital Guido Guida, foi retomado. A medida só foi possível graças à liberação de R$ 5 milhões, por parte do governador Márcio França, que entendeu o momento financeiro delicado de Poá e garantiu que vai apoiar o município para que a oferta de serviços essenciais na cidade não seja interrompida.

Além disso, outra grande notícia foi a contratação de 14 médicos pediatras plantonistas, seis ginecologistas, um oftalmologista e um infectologista, entre outros profissionais, que reforçaram o atendimento na cidade, melhorando a prestação de serviço à população.