Depois de seguidas cobranças feitas pela reportagem do Oi o governo do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR) respondeu aos questionamentos do jornal sobre a demora da Prefeitura em liberar a documentação de que o Centro Paula Souza precisa para abrir a concorrência pública para contratação das obras da Fatec em Suzano. Confira:

As perguntas do Oi:

1 – Por qual motivo a Prefeitura de Suzano não entregou em 2017, ao Centro Paula Souza, a escritura do terreno para a obra da Fatec?
2 – Qual é data limite estabelecida pelo prefeito de Suzano para que a escritura seja liberada ao Centro Paula Souza?
3 – É meta de governo do atual prefeito inaugurar a Fatec neste atual mandato?

As respostas do governo:
De acordo com a Secretaria de Assuntos Jurídicos, o prazo se estendeu porque a Lei Complementar 239/14, que garantia a efetiva doação da área ao Centro Paula Souza (CPS), precisou ser revisada, a pedido do próprio CPS, pois havia divergências em relação ao número de matrícula da área.

Os esclarecimentos necessários foram realizados e para esta mudança houve análise técnica e jurídica. A Lei Complementar 308/17 (que altera a LC 239/14) foi aprovada no fim de 2017 e publicada em 5 de dezembro último. Os ritos burocráticos foram respeitados, de acordo com a legislação, e agora a Prefeitura está verificando junto ao CPS a melhor data para a assinatura da escritura.

A intenção é que a unidade da Fatec em Suzano seja inaugurada o quanto antes, para que a população tenha mais uma opção de graduação em nível superior na cidade, ainda mais de forma gratuita e com a chancela de uma renomada instituição como Centro Paula Souza.

Com foco em cursos na área de tecnologia, tal unidade só vai trazer benefícios para Suzano, capacitando a população e fornecendo mão de obra especializada para as empresas da cidade.