Gian Lopes faz vistoria obras do Piscinão e garante que as obras estão aceleradas
Gian Lopes, esteve nesta quinta-feira, 28, nas obras do Piscinão da Vila Romana e os trabalhos no local estão em ritmo acelerado/ Foto: Flavio Aquino/Departamento de Comunicação de Poá
Prefeitura de Suzano Refis

O prefeito de Poá, Gian Lopes, esteve nesta quinta-feira, 28, nas obras do Piscinão da Vila Romana e, os trabalhos no local estão em ritmo acelerado com a concretagem total do fundo e das laterais.

Todas as bombas do reservatório de água também estão funcionando, após a configuração do sistema automático do controle de nível do piscinão e do Córrego Itaim através de sensores. Com isso o acionamento das bombas é automático, não necessitando um de um operador local. Na prática, o piscinão já está em operação para evitar alagamentos da região central durante o período chuvoso.

Gian Lopes novamente agradeceu o empenho do governador Márcio França, que liberou R$ 4,149 milhões do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento (Fumefi) para retomada das obras do Piscinão da Vila Romana. “O governador tem sido muito sensível às demandas de Poá. E a retomada das obras de combate às enchentes na cidade era uma grande preocupação. Agradeço também o deputado André do Prado, que não mediu esforços para ajudar o município, realizando a intermediação das nossas demandas junto ao governo estadual”, comentou o prefeito Gian Lopes.

O piscinão tem 14 metros de profundidade e capacidade de armazenar até 160 milhões de litros e a primeira fase das obras do reservatório de água dependiam da liberação dos R$ 4,149 milhões do Fumefi para conclusão. O reservatório de água conta com sete bombas para a drenagem, sendo que seis delas são de alta capacidade, com vazão de 500 litros por segundo, e uma de menor potência para auxílio na retirada da água acumulada abaixo de meio metro de profundidade.

O combate às enchentes em Poá tem sido uma grande preocupação do prefeito Gian Lopes. “Estamos trabalhando muito para que a população de Poá não sofra mais. E a entrega do piscinão é crucial para evitarmos o registro de enchentes e alagamentos na cidade. No entanto, também fizemos um grande trabalho na cidade com as equipes da Secretaria de Serviços Urbanos e felizmente não registramos nenhum problema grave no município”, explicou o prefeito.

População

O avanço das obras no Piscinão da Vila Romana tem agradado a população. Segundo o aposentado José Augusto de Assis, 63 anos, para quem mora no bairro, essa obra é uma graça de Deus. “Nós já sofremos muito, só eu perdi vários móveis. Sou da Rua Afonso Pena e lá a água chegou várias vezes a um metro de altura. Penso em mim, nos meus vizinhos e nos lojistas do centro da cidade. Fico feliz com a retomada das obras”.

A dona de casa Luiza Marilac de Araújo, 55 anos, também moradora da Vila Romana, disse que a obra do piscinão é muito importante. “Passei por muitas coisas e sempre pedi proteção a Deus. Até hoje não tenho minha casa completa, pois toda vez que conseguia recuperar, a chuva vinha e levava tudo novamente. Pra mim, essa obra vai trazer tranquilidade”.

O desempregado Pedro Lineu Marcelino, 38 anos, disse que muitos prefeitos passaram e não conseguiram concluir a obra, que só agora está sendo finalizada. “Com certeza vai ajudar. É muito ruim ver as pessoas perderem suas coisas. Ninguém quer o mal do outro. Todos aqui estão felizes com a conclusão do piscinão”.