Gian Lopes aposta todas as fichas em Bolsonaro e afirma que o bem vencerá o mal em Poá
O prefeito de Poá participou nesta quinta-feira do “Café na Redação”/ Foto: Glaucia Paulino/Oi Diário
Prefeitura de Mogi das Cruzes

O prefeito de Poá, Gian Lopes (PR), afirmou nesta quinta-feira, 13, em entrevista ao programa “Café na Redação” do Jornal Oi que os grandes resultados que o povo poaense espera de seu governo vão acontecer a partir do início de 2019 e garantiu (quando foi questionado sobre os ataques da oposição e de lideranças que apostam no quanto pior melhor) que o bem vencerá o mal.

“As fakes news e os ataques não me desanimam ou me assustam, pelo contrário isso me deixa ainda mais motivado a trabalhar e lutar por uma cidade melhor. Todos sabem que o bem sempre vence o mal e nosso governo trabalhou e trabalha muito, por isso os resultados vão aparecer agora de forma mais intensa e aqueles que só sabem atacar e criticar vão ficar trás”, argumentou o prefeito que foi alvo de fortes críticas da parte dos vereadores Saulo Souza (SD) e Saulo Dentista (PSL).

Os dois vereadores participaram do “Café na Redação” no início deste mês. Gian Lopes afirmou no começo da entrevista, que durou pouco mais de uma hora e teve a participação de diversos moradores de Poá, que focou o seu trabalho (nesses dois primeiros anos) em colocar a casa em ordem.

“Pegamos (do ex-prefeito Marcos Borges) uma prefeitura em situação precária, cheia de dívidas e problemas administrativos. Tomei a decisão, juntamente com o vice-prefeito Marquinhos Indaiá, de primeiro pagar as dívidas, inclusive aquelas com o INSS porque o governo que me antecedeu descontou o INSS dos servidores da prefeitura, mas não repassou o dinheiro ao governo federal e deixou muita gente que precisava do ISS na mão. Iniciei o governo pedindo paciência ao povo e hoje posso afirmar a prefeitura está em boas condições administrativas e financeiras e vamos investir pesado para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, prometeu o prefeito de Poá.

Lopes também disse em manifestou em diversos momentos a sua total confiança no trabalho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que assumirá o comando do Brasil no início de 2019.

“Tenho certeza que ele será um dos melhores ou o melhor presidente da história do Brasil, mas é óbvio que ele não resolverá tudo de uma vez ou de um dia para o outro. Ele vai precisar de tempo e da paciência da sociedade. Foi exatamente isso que aconteceu em Poá, precisamos de algum tempo para fazer a lição de casa e colocar a prefeitura em ordem, mas isso não quer dizer que o governo esteve parado ou não se preocupou com os problemas da cidade”.

“Quando cheguei aqui, além das dividas, encontrei 13 obras paradas e todas elas foram retomadas, sendo que algumas já foram entregues. Resolvi pelos próximos cinco anos o problema da falta de uniformes ou kit escolares nas escolas de Poá. Nossos alunos vão usar o sistema Positivo que é utilizado nas escolas particulares”, destacou o prefeito.

Gian também ressaltou o trabalho que o seu governo está fazendo para finalizar a obra do piscinão que começou a ser projetado em 2006. De acordo com o prefeito o piscinão terá capacidade para armazenar 210 milhões de litros de água, sendo que na chuva da última sexta-feira ele teria reservado mais de 40 milhões de litros de água.

“Esse dado deixa claro que já colocamos o piscinão para funcionar e em 2019 essa obra estará 100% finalizada”, completou.

Gian adiantou informações sobre diversas obras que serão iniciadas no que vem com destaque para a construção de uma alça ao viaduto que faz a ligação entre os dois lados da cidade.

Essa obra é prometida desde o século passado e será feita, segundo garantiu o prefeito, com recursos (cerca de R$ 20 milhões) da própria prefeitura. O objetivo do prefeito Gian é inaugurar esse alça do viaduto em 2020. Confira toda a entrevista no site e no Facebook do Oi Diário.