Gentileza Urbana
Diversos estudos mostram que vale a pena ser gentil sim/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

Você já disse “Obrigada”, “Por favor”, “Com licença” ou “Bom Dia” para alguém hoje?
Na correria do dia a dia, muita gente esquece de falar essas palavrinhas mágicas do nosso vocabulário.

Percebo que com o trânsito caótico, o estresse do trabalho e a rotina exaustiva, as pessoas estão perdendo a sensibilidade e a cordialidade.

Aprendi desde pequena a ser educada com todos, independentemente da idade.
E, fala a verdade, é tão bom poder receber bem as pessoas, com um sorriso no rosto, com um simples “Oi, como vai?”.

A expressão de gentileza pode se dar por meio de gestos, como um olhar positivo, um sorriso sincero, uma atitude de ceder um lugar no ônibus ou a passagem para os pedestres.

Sempre digo que a gentileza também é muito valiosa nas nossas relações profissionais.
Diversos estudos mostram que vale a pena ser gentil sim!

Foi constatado que ações gentis aumentam a felicidade das pessoas e melhoram as emoções mais positivas no seu dia, pois a gentileza está ligada a um gene que libera a dopamina, neurotransmissor que proporciona o bem-estar.

A ciência diz também que a ação de fazer o bem, tem poder curativo!
Existe a teoria da Sobrevivência do mais gentil e dizem que a gentileza é estratégia evolutiva. E não é que a ciência está certa?

Eu posso falar com propriedade que isso dá certo!

Quando faço o bem para alguém, me sinto com uma sensação maravilhosa.
Bom, espero que tenham gostado do tema! Decidi escrever isso para vocês, pois sempre que me deparo com pessoas que não são cordiais, eu mostro o poder da gentileza!