Gambale promete lutar contra a violência e acabar com a baldeação na CPTM em Guaianases, mas fica em cima do muro sobre a alça ao Rodoanel
O deputado estadual eleito por Ferraz, Rodrigo Gambale, esteve na redação do Oi Diário nesta terça/ Foto: Glaucia Paulino/ Oi Diário
Prefeitura de Mogi das Cruzes

Eleito deputado estadual pelo PSL com mais de 86 mil votos, o jovem Rodrigo Gambale de 34 anos, participou nesta terça-feira, 9, do “Café na Redação” e reforçou os compromissos que tinha firmado com os eleitores de Ferraz de Vasconcelos e região por ocasião de sua participação, em agosto, no programa “Vai Encarar?”, do Oi Diário.

Ninguém, nem mesmo o próprio Gambale, imaginava que o candidato de primeira viagem teria mais de 86 mil indicações para o cargo de deputado. Mas o fato é que Gambale conseguiu uma votação expressiva e por conta dela já entrou para a história de Ferraz como a liderança política com maior número de votos em uma eleição de toda a história de Ferraz.

Cidade esta que nos últimos dez anos foi literalmente destruída por administrações públicas (prefeitos) corruptas e ou incompetentes.

Gambale iniciou a Live que durou cerca de 90 minutos agradecendo todos os eleitores que lhe garantiram, desde a noite de domingo, entrar para a história da política em Ferraz.

O novo deputado estadual do Alto Tietê afirmou que a sua responsabilidade que já era grande durante a campanha eleitoral se multiplicou por mais de 86,9 mil votos.

O novo parlamentar ferrazense também respondeu questionamentos feitos por moradores de Ferraz e de cidades da região que participaram do programa.

O deputado do PSL preferiu não adiantar o nome do candidato ao governo do Estado de São Paulo que ele e os deputados estaduais eleitos no domingo pelo PSL (15 no total) irão apoiar na disputa do segundo turno no dia 28.

Estão no segundo turno da eleição ao governo do Estado de São Paulo, os candidatos João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB).

Por outro lado, Gambale assegurou que vai trabalhar intensamente para acabar com a baldeação dos trens da CPTM na estação de Guaianases (esse problema afeta cerca de 200 mil usuários/dia no Alto Tietê) e que também não medirá esforços para combater o tráfico de drogas que assola as periferias das cidades do Alto Tietê e a falta de segurança pública.

O deputado do PSL disse que pretende trabalhar em sintonia com todos os deputados estaduais eleitos e reeleitos pelas cidades do Alto Tietê, que não irá se omitir das responsabilidades do cargo e que irá superar todos os desafios com trabalho, coragem e fé.

Questionado sobre a polêmica que envolve a construção de uma alça de saída do Rodoanel em Suzano, Gambale preferiu não tomar partido ou lado. Confira toda a entrevista no site e no Facebook do Oi Diário.