Frente de Trabalho de Poá convoca pessoas com deficiência
O prazo para que esses inscritos compareçam à coordenadoria do programa será de 15 dias a partir de 15 de outubro/ Foto: Flávio Aquino/Departamento de Comunicação de Poá
Prefeitura de Mogi das Cruzes

As pessoas que apresentam algum tipo de deficiência e já realizaram a inscrição no Programa Frente de Trabalho no ano de 2017, devem procurar o NAP (Núcleo de Atendimento à População), que fica na rua 26 de Março, 72, Centro.

O prazo para que esses inscritos compareçam à coordenadoria do programa será de 15 dias a partir de 15/10/2018. Tal convocação decorre da necessidade de atendimento da reserva de vagas para pessoas com deficiência, prevista na Lei nº 3.623/2013.

Segundo explicou o secretário de Indústria, Comércio, Emprego e Relações do Trabalho, Ricardo Massa, a Frente de Trabalho está funcionando plenamente e auxiliando pais e mães de famílias poaenses.

O principal critério de seleção é a situação de vulnerabilidade social do candidato e a administração municipal realiza contratações de acordo com a necessidade e disponibilidade financeira. No momento, está com vagas disponíveis para pessoas com deficiência.

A prefeitura de Poá publicou em abril de 2017 o decreto regulamentando a lei municipal nº 3.623 do Programa de Combate ao Desemprego e Incentivo à Qualificação Profissional. Segundo o documento, é permitida a ocupação de trabalhadores desempregados, com salários de R$ 802,85, auxílio cesta básica de até R$ 135,00 e seguro de acidentes pessoais.

Atualmente aproximadamente 600 pessoas ocupam funções na Frente de Trabalho e participam de cursos como pintura em tecido, manicure, panificação, técnicas administrativas, alfabetização, entre outros. Eles também participam de palestras profissionalizantes e conta com material didático.

A jornada de atividade no programa é de 40 horas semanais, sendo 35 horas de trabalho e cinco horas de qualificação profissional, que é obrigatória.