Final da Libertadores 2018 foi adiada por tempo indeterminado; Boca não tem condições de jogo
A Final estava marcada para esse sábado, mas foi adiada em duas oportunidades devido a um ataque de torcedores do River Plate à delegação do Boca quando chegava ao Munumental de Núñez, palco da decisão/Foto: REUTERS/ AGUSTIN MARCARIAN

A final da Conmebol Libertadores 2018 foi adiada mais uma vez, e dessa vez sem data definida. Isso porque o Boca Juniors fez uma representação para a entidade que parte do elenco não tem condições de jogo.

A Final estava marcada para esse sábado, 24, às 18 horas, horário de Brasília, mas foi adiada em duas oportunidades devido a um ataque de torcedores do River Plate à delegação do Boca quando chegava ao Munumental de Núñez, palco da decisão.

Na confusão o ônibus xeineze foi depredado e o meio-campista, Pablo Pérez, teve que ser levado ao hospital, onde foi diagnosticado com uma úlcera no olho.

Outros jogadores vomitaram no vestiário e foram medicados pelos médicos da Conmebol, o que criou outro tipo de preocupação pela comissão técnica xeineze, de que os atletas pudessem falhar no exame antidoping depois da partida.

Segundo, o presidente da Conmebol, os dirigentes dos dois clubes se encontrarão na sede da entidade, em Assunção, para decidir uma nova data para a segunda partida da final da Libertadores.

De acordo com o portal globoesporte.com, haverá uma reunião nesta terça-feira, 27, às 10 horas (11 horas no horário de Brasília), na sede da Conmebol, no Paraguai, com a presença dos presidentes dos dois clubes, para decidir dia, horário e local da decisão.

O campeão sul-americano tem que ser conhecido a tempo de participar do Mundial de Clubes da Fifa, nos Emirados Árabes Unidos. A estreia será no dia 18 de dezembro, na semifinal.

No entanto, uma situação fora do âmbito esportivo deixa o calendário para a escolha da nova data ainda mais apertado. O presidente da Conmebol, o paraguaio Alejandro Domínguez, afirmou que o governo argentino, por razões de segurança, pediu para que a final não seja jogada esta semana, por causa da Cúpula do G-20, reunião dos chefes de Estado e de Governo das 20 maiores economias mundiais, que será realizada em Buenos Aires nos dias 30 de novembro, sexta, e 1º de dezembro, sábado.

Em entrevista à “Fox Sports” argentina, Domínguez afirmou que a decisão foi tomada para que não houvesse “desigualdades esportivas”, e garantiu que a final será realizada.