‘Ferraz terra arrasada’: só agora prefeito e vereadores se mexem para ‘abrir’ o Centro de Convenções fantasma
Por recomendação do prefeito Biruta, um grupo de vereadores começou as tratativas políticas para colocar na mesa de negociação o pessoal da empresa FIG/ Foto: Divulgação
Prefeitura de Mogi das Cruzes

Símbolo do desperdício de dinheiro público, o prédio do Centro de Convenções abandonado no centro de Ferraz poderá, finalmente, ter um desfecho favorável, ou seja, o elefante branco tende a ser concluído, em breve.

Essa previsão tão otimista quanto impraticável é da assessoria do Legislativo de Ferraz.
Para tanto, está sendo costurado um acordo amigável entre a prefeitura e a empresa FIG Incorporadora e Construtora responsável pela maior parte da obra iniciada, em 2010, porém, o impasse arrasta-se, de fato, desde 2012.

Por recomendação do prefeito, José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, um grupo de vereadores liderado pelo presidente da Câmara Municipal, Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha, Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB) e Marcos Antonio Castello (SD), o Ratinho, começou as tratativas políticas para colocar na mesa de negociação o pessoal da empresa FIG.

Na realidade, na semana passada, ocorreu o primeiro contato com essa finalidade, em São Paulo.

Como consequência dessa conversa, na terça-feira, 2, o dono da firma senhor Sérgio, acompanhado de dois técnicos da empresa veio à cidade para inicialmente visitar a obra abandonada e depois se reuniu com o prefeito, Zé Biruta, no Palácio da Uva Itália, na Vila Romanópolis.

Na vistoria preliminar, os representantes da empreiteira não encontraram nenhum problema estrutural aparente na obra que possa impossibilitar a retomada dos trabalhos caso haja o fechamento do pacto a ser chancelado pela Justiça.