Ferraz promove seminário sobre abuso sexual contra crianças e adolescentes
O evento foi em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, datado oficialmente em 18 de maio/ Foto: DeCom Ferraz
Prefeitura de Mogi das Cruzes

A prefeitura de Ferraz de Vasconcelos, por meio do Programa de Prevenção à Violência, da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu na sexta-feira, 20, o “1º Seminário Prevenir e Cuidar: Prevenção, Escuta, e Intersetorialidade no Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes”. O encontro, que reuniu mais de 150 pessoas, ocorreu no anfiteatro do Palácio da Uva Itália, na Vila Romanópolis.

Para falar sobre o assunto, a pasta levou vários palestrantes, como a assistente social e pós-doutoranda em Serviço Social, Sandra Eloiza Paulino, o mestre em Psicologia Social e terapeuta de crianças e adolescentes, Maher Hassan Musleh, e a coordenadora regional de Atenção às Violências do Alto Tietê, Magna Barboza Damasceno.

O evento foi em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, datado oficialmente em 18 de maio.

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde de Ferraz, Karina Rente, a ação teve como objetivo capacitar os servidores não só da Saúde, mas de toda prefeitura. “Apesar da Saúde ser a porta de entrada de casos de abusos sexuais em crianças e adolescentes, várias outras áreas envolvem o atendimento deste paciente, como a Educação, Assistência Social, Conselho Tutelar e Polícia. Por isso é tão importante despertarmos a sensibilidade destas pessoas no trato com uma situação desta natureza, na detectação do problema e na obrigação de notificar quando o servidor suspeitar de algo. Por se tratar de um tema tão importante, tivemos o apoio total do prefeito José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta, para a realização deste evento”, disse Karina.

Além disso, a coordenadora Karina Rente afirma que na maioria das vezes o paciente está constrangido e é difícil falar sobre o que aconteceu. É aí que a empatia do funcionário público entra em ação, tanto na recepção do caso, como no acompanhamento.

Na ocasião, também estiveram presentes o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM) de Ferraz, Cléverson Ramos, o subtenente José Cícero de Oliveira, da 3ª Companhia do 32º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana (BPM/M), o vereador Eliel de Souza, representantes de entidades instaladas no município, além da equipe das secretarias municipais de Saúde, Educação, Assistência Social, e demais departamentos.