‘Esquerda aloprada’. Ciro Gomes é hostilizado e dispara: “Eu estou solto. Lula está preso, babaca”
Ciro Gomes ainda aproveitou para comentar sobre a derrota do PT nas últimas eleições para Jair Bolsonaro/ Foto: Divulgação

Convidado para ser palestrante na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE) nesta quinta-feira, 7, em Salvador, Ciro Gomes (PDT) acabou sendo hostilizado por algumas pessoas presentes no evento.

Derrotado no primeiro turno das últimas eleições presidenciais, ele foi chamado de corrupto, mas negou as acusações e ainda atacou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com uma frase marcante dita por seu irmão Cid Gomes durante a campanha do ano passado. As informações são do jornal O Povo.

“Eu estou solto. Eu sou limpo, eu sou limpo. Lula está preso, babaca”, afirmou Ciro Gomes. “Desculpa, não sou eu que condenei o Lula, não está na minha mão liberar o Lula. Eu avisei que se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo”, completou.

Ciro Gomes ainda aproveitou para comentar sobre a derrota do PT nas últimas eleições para Jair Bolsonaro (PSL).

“Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotadas que fomos… companheiros, nós fomos humilhantemente derrotadas por essa estratégia, insistir nela afunda o Brasil”, declarou.

O pedetista participou da mesa “Os desafios da conjuntura para o desenvolvimento nacional” ao lado da líder indígena Sônia Guajajara, de Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco, e Ivan Alex, secretário nacional de Movimentos Sociais do PT.