Dr. Jorge Abissamra é levado ao DHPP
Dr. Jorge Abissamra é levado ao DHPP

Por volta das 16 horas dessa quinta-feira a reportagem do Jornal Oi conversou rapidamente com o ex-prefeito de Ferraz, Jorge Abissamra (PSB). O ex-prefeito pretende ou pretendia lançar a sua esposa, Elaine Abissamra, na eleição para o Congresso Nacional em 2018.

No momento da conversa o ex-prefeito estava sendo conduzido ou já estava nas dependências do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas em São Paulo – DHPP.

O Oi pediu ao ex-prefeito que confirmasse a informação de que ele teria sido preso e que revelasse qual o motivo da prisão. Dr. Jorge sorriu ao telefone e procurou demonstrar tranquilidade: “Está tudo bem e vou esclarecer tudo depois”, afirmou antes de a ligação cair. Ele e seus advogados poderão falar sobre o assunto nas próximas horas.

Dr. Jorge é levado ao DHPP

O ex-prefeito de Ferraz foi preso por policiais civis na tarde de ontem, 23, em sua clínica, de acordo com informações do Ministério Público, de advogados e lideranças políticas da cidade. Em rápida conversa com o Jornal Oi o prefeito garantiu que ‘estava tudo bem’.

De acordo com informações obtidas pelo Jornal Oi, policiais civis cumpriram mandado de prisão preventiva e Abissamra foi levado para o prédio do DHPP, em São Paulo. O ex-prefeito era investigado pelo Grupo Especial de Delitos Econômicos (Gedec), do Ministério Público (MP) por lavagem de dinheiro e ocultação de dezenas de imóveis e até de uma embarcação.

Na ação, o Ministério Público afirma que Abissamra abriu uma empresa de fachada no ramo imobiliário para ocultar imóveis e para lavagem de dinheiro proveniente da corrupção. Seriam ao todo 39 imóveis e ainda uma embarcação que não foram declarados.

Os dois filhos do prefeito, e dois ex-secretários municipais que participaram dos governos de Abissamra entre 2005 e 2012 também estão no processo. A primeira informação que chegou à reportagem do Oi destacou que a prisão aconteceu por causa de um processo envolvendo as obras do Centro de Convenções de Ferraz que foram executadas com recursos do governo federal. Essa informação foi destacada na tarde de ontem em vídeo no programa “Vai Encarar?”, mas não se confirmou.

Também se especulou em Ferraz que o ex-prefeito tinha sido preso por causa de um outro processo envolvendo o transporte coletivo na cidade.

De acordo com políticos de Ferraz até o dia 20 de dezembro, o ex-prefeito poderá ser alvo de outros pedidos de prisão uma vez que o Ministério e o Poder Judiciário em Ferraz ‘estariam correndo’ para evitar que vários processos prescrevam uma vez no mês que vai se completar cinco anos desde que o ex-prefeito deixou o governo de Ferraz.

 

Filló segue preso em Tremembé e Ferraz tem dois ex-prefeitos na prisão

 

É pouco provável que o Dr. Jorge seja enviado pela a mesma prisão onde encontra-se devidamente guardado o ex-prefeito Acir Filló. Abissamra tem curso superior e poderá, segundo lideranças políticas de Ferraz, conseguir o relaxamento da prisão preventiva.

Filló que está preso desde o 1º semestre em Tremembé no Vale do Paraíba pode ser considerado um analfabeto funcional e que de certo modo forçou a Justiça a decretar a sua prisão.

O fato é que Ferraz, uma das cidades mais pobres da Grande São Paulo, será notícia por ser a única do Alto Tietê a ter dois ex-prefeitos atrás das grades. Quem será o próximo? As prisões só reforçam as indicações que Ferraz foi totalmente saqueada nos últimos dez anos.

 


 

SIGA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

VEJA MAIS NOTÍCIAS SOBRE JORGE ABISSAMRA