Prefeitura de Mogi das Cruzes

A primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social de Itaquaquecetuba, Joerly Nakashima, a dona Jô, esteve na ‘Casa Aberta para Juventude e Adultos’ para acompanhar as oficinas profissionalizantes e, principalmente, para incentivar os alunos no aprendizado. Neste espaço municipal, que é mais um dos projetos desenvolvidos pela prefeitura, por meio da pasta de Desenvolvimento Social, são formados por semestre, 700 alunos nos diversos cursos oferecidos gratuitamente a população.

A esposa do prefeito Mamoru Nakashima (PSDB) passou por todas as salas de aula na visita que fez no período da tarde desta quarta-feira, 7, e ainda falou sobre a grande possibilidade para ingresso no mercado de trabalho. Ela contou que a qualificação oferecida na Casa Aberta é referência para as empresas da região. “Algumas empresas já nos procuram para indicar os profissionais formados aqui ou até mesmo aqueles que são alunos e já se destacam durante as aulas, por isso não desistam, sigam firmes e concluam o curso”, disse dona Jô para a turma da oficina de corte e costura.

De acordo com a primeira-dama serão implantadas novas oficinas ainda neste primeiro semestre do ano, sendo o de assentamento de piso, em projeto denominado de ‘Escola da Construção Civil’, e também outro curso que utiliza a fibra da banana para a confecção de diferentes peças de artesanato. Em breve, serão abertas as inscrições para estas duas oficinas na Casa Aberta.

Dona Jô também informou que os cursos profissionalizantes também são ofertados em quatro Centros de Referências da Assistência Social – Cras (Caiuby, Jardim Itaquá, Morro Branco e Recanto Mônica) para o fácil acesso da população aos cursos.