Vai Encarar ?

No último domingo (26 de agosto) foi o Dia Internacional da Igualdade Feminina e, na oportunidade, publiquei em minha rede social sobre esse tema tão importante para formação de uma sociedade melhor e mais justa.

Decidi também aproveitar o espaço que o Jornal Oi Diário está me concedendo para falar de maneira mais ampla sobre o assunto e, quem sabe, conseguir empoderar as leitoras e seguidoras deste veículo de comunicação.

Em minha visão, nós mulheres conseguimos algumas vitórias ao longo das últimas décadas. A busca por igualdade resultou no direito ao voto, na entrada ao mercado de trabalho, no espaço político, entre outros. Mas, ao meu ver, ainda há muito o que melhorar e ser feito!

Coloco aqui alguns pontos para refletirmos. Por que a participação feminina no mercado de trabalho ainda é inferior em relação à masculina? Apesar das mulheres terem um nível maior de escolaridade em todas as etapas de ensino, por que nós ainda recebemos um salário inferior ao dos homens? Por que a participação feminina na política é tão desproporcional? Só para vocês terem ideia, no Congresso Nacional, as mulheres ocupam apenas 10% das 513 cadeiras da Câmara dos Deputados e 15% das 81 vagas do Senado.
Contudo, somos guerreiras e não vamos admitir que nos tratem com inferioridade. O que queremos é ter DIREITOS IGUAIS!

Muitas me perguntam o que podemos fazer? E sempre digo que devemos continuar essa luta de desconstrução de uma sociedade machista e continuar a buscar o nosso espaço. Não é fácil, mas não podemos desistir. Hoje só estamos aqui graças ao trabalho, a luta e a dedicação de nossas irmãs. Muitas mulheres, inclusive, deram seu sangue para avançar com o nosso movimento de igualdade.

Mulheres, devemos seguir com a luta da igualdade de gênero! Desta forma, estaremos construindo uma sociedade livre de preconceitos e discriminação. Todos devem ser livres para fazer a sua escolha e desenvolver as suas capacidades pessoais sem a interferência ou limitação de estereótipos. Seguimos a luta mulherada! Nós podemos e juntas somos mais fortes!