Deputado Lucena destaca ações e sonha com a união de parlamentares em defesa do Alto Tietê
Lucena, cuja base eleitoral fica na cidade de Arujá, também apresentou um balanço dos trabalhos que realizou nos últimos dois mandatos como deputado federal/Foto: Divulgação

O deputado federal Roberto de Lucena (Podemos) revelou ao Jornal Oi quais são as suas metas e prioridades para o terceiro mandato no Congresso Nacional.

O deputado, cuja base eleitoral fica na cidade de Arujá, também apresentou um balanço dos trabalhos que realizou nos últimos oito anos (dois mandatos) como deputado federal.

Lucena foi questionado sobre metas e o trabalho realizado no final do mês passado (da mesma forma que o Oi fez com os demais deputados federais do Alto Tietê). Lucena, entretanto, só se manifestou na semana passada. Confira a entrevista:

Jornal Oi – Quais são/serão as cinco principais ações/bandeiras do deputado federal Roberto de Lucena em defesa de Arujá e das outras cidades do Alto Tietê em Brasília neste novo mandato?

Deputado federal Roberto de Lucena – Vamos atuar na busca de soluções para a segurança, o emprego, a saúde, a infraestrutura e a mobilidade urbana. Mas quero propor que os deputados federais e estaduais do Alto Tietê se reúnam, ouçam as lideranças políticas e a população e se unam para trabalhar juntos em torno das prioridades da região.

Jornal Oi – E quais serão as estratégias que o deputado Lucena vai colocar em prática para que as metas do mandato sejam alcançadas no menor espaço de tempo, uma vez que a maioria dos deputados da região do Alto Tietê não conseguiu cumprir com suas promessas no último mandato?

Roberto de Lucena – Em relação à competência de um deputado federal, cumprimos todos os nossos deveres e compromissos nesses dois mandatos. Em relação ao trabalho junto ao Executivo, na busca de orçamento para a região, entre 2014 e 2018 os Executivos Estadual e Federal deixaram de cumprir muitos dos compromissos assumidos com os deputados em resposta às demandas apresentadas, em função da grave crise pela qual passou o País. Isso não está relacionado à estratégia, mas ao momento econômico de dificuldades que está ficando para trás.

Jornal Oi – O deputado já definiu qual será a rotina de trabalho? Em quais dias estará em Brasília? Haverá atendimento aos prefeitos e lideranças regionais em Arujá ou outras cidades do Alto Tietê?

Roberto de Lucena – De terça à quinta-feira estarei em Brasília e nos demais dias em São Paulo, onde faremos nossos atendimentos.

Jornal Oi – Quais foram as 10 principais ações e os respectivos resultados dos dois primeiros mandatos do deputado Lucena?

Roberto de Lucena – Resumo em três pontos:

A) Na produção legislativa: Fui considerado o parlamentar mais atuante do Estado de São Paulo e apresentei mais de 500 iniciativas legislativas, dentre as quais mais de 300 projetos de lei, focando no combate à corrupção, na defesa dos direitos sociais, no estimulo à produção, na valorização da pessoa idosa, entre outros.

B) Ações: Apoiamos politicamente a agenda metropolitana do Governo do Estado, que trouxe para o Alto Tietê investimentos bilionários em infraestrutura, moradia, mobilidade, transporte, saúde, educação, etc.

Como secretário de Estado do Turismo trabalhei para que o Alto Tietê fosse inserido no mapa do turismo do Estado, através do MIT (Município de Interesse Turístico) – Lei que consegui que a Assembleia Legislativa aprovasse e que permitisse o reconhecimento de mais de 140 municípios indutores de Turismo, que passaram a receber cerca de 600.000,00 reais por ano para o fomento do Turismo, ajudando a melhorar os municípios para quem mora neles e para quem os visita. Hoje Guararema, Mogi das Cruzes e Santa Isabel estão nesse grupo.

Intervenção junto ao Governo Federal para instalação de passarelas sobre a Rodovia Presidente Dutra, o que vai interromper o histórico de elevado número de mortes por atropelamento entre Arujá e Santa Isabel.

C) Orçamento: Destinamos aos municípios do Alto Tietê recursos provenientes de emendas estaduais, federais e extra-orçamentárias aplicados nas áreas de saúde, segurança, educação, infraestrutura, esportes, cidadania e outros.